Notícias Jogos
Palmeiras

Palmeiras desiste de Matheus Henrique e Jean Lucas e quer 'novo Danilo'

08:56 BRT 24/01/2023
Matheus Henrique Sassuolo
Clube quer volante que tenha características parecidas com as de Danilo, vendido ao Nottingham Forest. Gregore foi consultado no mercado da bola

O Palmeiras desistiu das conversas por Matheus Henrique, do Sassuolo, e Jean Lucas, do Monaco. As duas negociações não acontecerão neste momento do mercado da bola, como soube a GOAL. O clube ainda buscará um volante nesta janela de transferências, mas quer alguém que tenha características mais parecidas com as de Danilo.

Ainda não foi definido um nome para a função — mesmo que Gregore, do Inter Miami, tenha recebido consulta do clube. A diretoria está à procura de um jogador que tenha boa marcação e saída de bola diferenciada no mercado. O ex-jogador do clube é considerado o estereótipo perfeito para a função. Allan, do Atlético-MG, é tratado como um exemplo que agrada, mas a busca pelo atleta está descartada.

Intermediários deixaram as duas operações prontas, aguardando apenas o avanço do clube paulista, o que não aconteceu nos dois casos. Nessa segunda-feira (23), o diretor de futebol Anderson Barros descartou ambas as transferências.

O Verdão chegou a preparar investidas pelos dois atletas, mas prefere um nome que atue como primeiro volante e seja de mais contenção — o que não se encaixa na dupla. No caso de Jean Lucas, os valores também atrapalharam as tratativas.

O Monaco exige €6,5 milhões (R$ 36,78 milhões) à vista pela liberação de Jean Lucas e pela totalidade dos direitos econômicos do meio-campista de 24 anos. Os moldes foram descartados pelo Alviverde.

O interesse em Jean Lucas surgiu por causa da proposta feita pelo Monaco para a contratação de Danilo. O clube do Principado ofereceu um pacote de €20,5 milhões (R$ 116 milhões) pelo volante de 21 anos. Seriam pagos €14 milhões (R$ 79,23 milhões), e o restante — €6,5 milhões — seria pela liberação de Jean Lucas.

Os moldes agradaram, e o negócio poderia avançar, mas a diretoria do Palmeiras preferiu a venda ao Nottingham Forest, da Inglaterra, que ofereceu £18 milhões (€20,4 milhões ou R$ 115,46 milhões) pela aquisição do meio-campista.

Sem acordo por Danilo, o Monaco passou a exigir €6,5 milhões (R$ 36,78 milhões) à vista por Jean Lucas, o que o Palmeiras não estava disposto a pagar. A negociação já havia esfriado nas últimas semanas, mesmo que houvesse desejo do atleta em atuar na Academia de Futebol.

A situação de Matheus Henrique esfriou nessa segunda-feira. Na última semana, Anderson Barros havia se comprometido a fazer o negócio com o Sassuolo. Ele chegou a conversar com a cúpula italiana para manter as tratativas de pé, mas avisou ao clube que não vai avançar nas negociações.

O Palmeiras chegou a acenar com uma proposta de até €6 milhões (R$ 34 milhões) por 100% dos direitos econômicos do jogador — o Sassuolo estava disposto a receber este valor, mas queria celeridade nas tratativas.

Com uma postura mais morosa no mercado da bola, o diretor de futebol Anderson Barros chegou a ficar mais de dois dias sem fazer contatos para discutir a situação do meio-campista. O executivo preferiu manter a situação de stand by até buscar uma definição interna sobre investimentos.

Neste momento, as situações de Jean Lucas e Matheus Henrique estão descartadas no mercado da bola, e o Palmeiras busca um novo nome para a posição. Gregore, hoje no Inter Miami, está entre os que agradam à diretoria — ele também chama a atenção de Bahia e Cruzeiro.