O que teria causado o acidente do Presidente do Leicester?

Comentários()
Getty Images
Pode levar mais de um ano até que as circunstâncias que levaram à morte de cinco pessoas, incluindo Vichai Srivaddhanaprabha, sejam conhecidas

Após o empate do Leicester City com o West Ham em 1 a 1 no último sábado (27), o helicóptero que transportava o proprietário e presidente do clube, Vichai Srivaddhanaprabha, e outros quatro passageiros caiu logo após a decolagem, matando todos a bordo. O acidente surpreendeu o futebol mundial e deixou os campeões ingleses de 2015-16 em estado de choque.

Diversas homenagens foram prestadas para aqueles que perderam a vida, com Riyad Mahrez, ex-jogador do Leicester, dedicando o gol que ele marcou com o Manchester City contra o Tottenham na segunda-feira (29) para um homem que ele descreveu como "muito bom".

Perguntas naturalmente sobre como a tragédia aconteceu e o que exatamente causou o acidente são questionadas e, enquanto uma investigação já está em andamento, a resposta final pode levar meses até que seja entregue.

O que poderia ter causado o acidente de helicóptero do Leicester?

Leicester helicopter 27102018
Foto: Getty Images

O Air Accident Investigation Branch (AAIB), que é o órgão responsável pelos acidentes com aeronaves civis no Reino Unido, entrou em cena logo após o acidente para iniciar a investigação, com diversos inspetores que cobrirão as quatro disciplinas de engenharia de acidentes, operações, dados de voo e fatores humanos.

A AAIB confirmou que recuperou os gravadores de dados do voo dos destroços e os inspetores começaram a estudar o conteúdo na última segunda-feira (29). Também revelou que estava “sujeita a calor intenso como resultado do incêndio pós-acidente”.

"O motor parou e eu me virei e ele fez um barulho meio zunido, como um ruído", disse o fotógrafo Ryan Brown à BBC Radio Leicester.

"O helicóptero ficou em silêncio, eu me virei e estava apenas girando, fora de controle. E então houve uma explosão e então uma grande bola de fogo", completou.

Leicester City
Foto: Getty Images

Falando à BBC, Jim Rowlands, um ex-membro da tripulação da RAF Puma, disse acreditar que o incidente foi causado por um problema com o rotor da cauda, ​​que impede o helicóptero de girar ao redor.

"Se você perder seu rotor de cauda é quase impossível se recuperar", disse ele.

"Você não pode sair disso. Seria mais sorte do que julgamento se você sobrevivesse. Poderia ter sido um fator humano, poderia ter sido erro do piloto ou má manutenção que levou a algo.", acrescentou.

A especulação de que um drone policial poderia ter sido a causa do acidente foi colocada em pauta. No entanto, a polícia de Leicestershire, revelou no Twitter que não estava em voo no momento.

Quando será conhecida a causa do acidente de helicóptero?

Leicester City tribute
Foto: Getty Images

Pode levar muitos meses para descobrir a causa exata do acidente devido à natureza minuciosa da investigação que a AAIB terá que realizar.

"Uma vez que tudo tenha sido documentado e fotografado, e as testemunhas tenham sido contatadas, os destroços são geralmente recuperados e transportados para nossas instalações em Farnborough ", explicou a AAIB.

"Essa fase de investigação pode levar vários meses para um acidente envolvendo uma aeronave leve e potencialmente mais de um ano para um acidente grave", completou.

No entanto, um 'boletim especial' da organização é liberado dentro de um mês após uma investigação de um acidente grave para fornecer detalhes das descobertas iniciais.

"Quando analisamos as evidências, tiramos conclusões e estamos fazendo recomendações de segurança, um relatório preliminar passa por vários estágios de revisão interna dentro da AAIB", afirmou.

"Somos então obrigados a emitir um relatório confidencial para aqueles que estiveram envolvidos na investigação e também aqueles cuja reputação pode ser afetada por nosso relatório. Segundo os regulamentos do Reino Unido, esta consulta dura 28 dias". 

"As representações feitas pelos consultados são dadas antes da publicação do relatório final. A maioria dos relatórios de investigação de campo são publicados dentro de 12 meses após a ocorrência de um acidente."

Aimon en Aiyawatt Srivaddhanaprabha, Leicester City
Foto: Getty Images

 


 

 

 

Próximo artigo:
Mbappé conhece Beckham e tieta o ídolo nas redes: "Uma inspiração para mim"
Próximo artigo:
"Neymar e Mbappé podem dividir a Bola de Ouro nos próximos dez anos", diz Buffon
Próximo artigo:
Santos estaria interessado em recontratar André, hoje no Grêmio
Próximo artigo:
Clubes da Premier League dominam receitas e lucros. Confira!
Próximo artigo:
Corinthians sobe oferta e confia na contratação de Guilherme Arana
Fechar