Morumbi 60 anos: recordes, capacidade e outras informações do estádio do São Paulo

Comentários()
Maior estádio particular do país já foi palco de grandes jogos do Tricolor, seus rivais e da seleção brasileira

Há 60 anos, nascia um dos maiores estádios do país. O Estádio Cícero Pompeu de Toledo, no bairro do Morumbi, foi inaugurado no dia 2 de outubro de 1960, quando 64.748 pessoas presenciaram a vitória do São Paulo sobre o Sporting de Lisboa por 1 a 0, com gol de Peixinho aos 12 minutos da primeira etapa.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Em sua inauguração, o Morumbi era muito diferente do que atual estádio. Apenas "metade" do fomato ovalado do estádio havia sido construída e finalizada, mas o público presente no primeiro jogo do Tricolor foi praticamente igual à sua capacidade de hoje.

O "restante" do estádio só foi entregue em 1970, após anos de dificuldades financeiras do Tricolor. Ao longo de sua história, o Morumbi passou por diversas mudanças, mas desde seus primeiros dias recebeu eventos grandiosos, seja de futebol ou shows e eventos religiosos.


Quais os maiores públicos do Morumbi?


Apesar do estádio ser a casa do São Paulo, o maior público em um jogo de futebol foi registrado em um jogo do rival Corinthians. Na final do Campeonato Paulista de 1977, 146.082 pessoas estiveram no Morumbi para o duelo entre Corinthians e Ponte Preta, vencido pelo time de Campinas por 2 a 1.

No ano seguinte, outros dois rivais do Tricolor lotou o estádio em mais uma final de Paulistão. O Palmeiras venceu o Santos no Morumbi por 2 a 1 para um público pagante de 123.318 pessoas.

Em jogos da seleção brasileira, o maior público no estádio são paulino foi em 1974, quando o Brasil recebeu a Áustria em um amistoso que terminou sem gols, pouco antes da Copa do Mundo daquele ano. O público presente naquele jogo foi de 122.849 torcedores.

Em jogos do dono do estádio, o maior público foi registrado no jogo de ida da final do Campeonato Paulista de 1980, quando 122.209 pessoas estiveram presentes para ver a vitória do Tricolor por 1 a 0 contra o Santos.

A capacidade do Morumbi foi sendo reduzida ao longo dos anos, para que houvesse mais segurança e conforto aos torcedores. Assentos foram colocados em todos os setores do estádio e outras reformas, como a construção de camarotes, lojas e restaurantes, reduzindo assim a capacidade máxima do estádio.


Qual a capacidade atual do Morumbi?


Morumbi vazio São Paulo 2020

Atualmente, a casa são paulina pode abrigar no máximo 66.795 torcedores. São mais de 21 setores diferentes no estádio, que incluem arquibancadas, cadeiras cativas, camarotes e outros. O último grande público que o Morumbi recebeu com a atual capacidade foi na final da Sul-Americana de 2012, quando 67.042 pessoas viram o último título do São Paulo.

Uma curiosidade é que o São Paulo preserva os nomes das arquibancadas, cadeiras e gerais com as respectivas cores dos assentos antigos. Hoje, todos os assentos do Morumbi são vermelhos, mas os setores ainda são chamados de Azul, Laranja, Vermelho e Amarelo.


Qual o jogador que mais atuou no Morumbi?


Rogério Ceni - São Paulo

Como não poderia ser diferente, o recordista de partidas no Morumbi é Rogério Ceni. O ex-goleiro disputou 594 jogos no estádio e venceu 375 partidas, além de ter conquistado 14 títulos.

Ceni é um dos poucos jogadores que podem chamar o Morumbi de casa, literalmente. Entre setembro de 1990 e maio de 1994, o ídolo do São Paulo morou em um quarto embaixo das arquibancadas do estádio.

Muricy Ramalho, outro ídolo da torcida são paulina, detém o recorde de jogos como treinador no estádio. São 209 partidas à frente do São Paulo disputadas no Morumbi.


Qual o maior artilheiro do Morumbi?


Muricy e Serginho Chulapa

O maior artilheiro do São Paulo também é o maior artilheiro da casa são paulina. Serginho Chulapa fez 135 gols no estádio, sendo 88 pelo Campeonato Paulista.

Em outras competições, Luís Fabiano é o recordista. O terceiro maior artilheiro da história do Tricolor detém o recorde de gols em Campeonatos Brasileiros, com 68. Na Libertadores, Luis Fabiano e Cani dividem este recorde com dez tentos cada.


Quem foi Cícero Pompeu de Toledo?


O estádio ganhou fama nacional - e mundial - como Morumbi. Porém, o nome oficial da casa são paulina é Estádio Cícero Pompeu de Toledo, homenagem a um ex-dirigente tricolor. Diretor do São Paulo nos anos 1940, chegou à presidência do clube em 1947, sendo consecutivamente reeleito até 1957, ano em que se afastou por motivos de saúde.

Foi um dos maiores incentivadores da construção do estádio e assinou o contrato para o início das obras. Porém, faleceu em setembro de 1959, pouco mais de um ano antes de ver o estádio ser inaugurado em 1960. É considerado Presidente de Honra do São Paulo.


Retrospecto da seleção brasileira no Morumbi


Morumbi viu a maior renda da história do futebol brasileiro

Em seis décadas, o Brasil já atuou em 29 oportunidades na casa são paulina. O primeiro jogo foi em 1963, e a única derrota da seleção no estádio aconteceu justamente na estreia: 3 a 2 para a Argentina. Desde então, são 19 vitórias e nove empates, com 60 gols marcados e 15 sofridos.

Curiosamente, nas duas Copas Américas sediadas no Morumbi, o Brasil atuou na casa do Tricolor contra a Bolívia. Em 1979, a seleção venceu os bolivianos por 2 a 0, gols de Tita e Zico. Já em 2019, o Brasil venceu os vizinhos por 3 a 0, com dois gols de Philippe Coutinho e um de Éverton Cebolinha.

O 30º jogo da seleção no Morumbi já tem data para acontecer. Em 13 de novembro de 2020, a casa do Tricolor Paulista será palco de Brasil e Venezuela, válido pela terceira rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.

Fechar