Notícias Placares ao vivo
Goal 50

Messi, Ronaldo e os 20 maiores artilheiros de 2017

13:52 BRST 13/11/2017
Ronaldo Messi Split
Antes da Goal 50 nesta terça-feira, mostramos os jogadores que mais balançaram as redes em todo o mundo desde a virada do ano

Nesta terça-feira (14), será apresentado a Goal 50 de 2017, nossa lista anual dos 50 melhores jogadores do mundo. 
 
Cristiano Ronaldo levou o prêmio do ano passado e está na disputa para manter sua coroa depois de comandar o Real Madrid nas conquistas da LaLiga e da Champions League na última temporada. 
 
O atacante também desempenhou um papel fundamental na classificação de Portugal para a Copa do Mundo da Rússia, mas quantos gols ele realmente marcou em 2017? Curiosamente, nem tantos como Lionel Messi ou Robert Lewandowski. 
 
Na verdade, o jogador do Barcelona e da Argentina marcou mais do que qualquer outro jogador neste ano, 51 tentos para o seu clube e seu país, para ser preciso - e em apenas 56 jogos.

No. Jogador Jogos disputados Total de gols
1 Lionel Messi 56 51
2 Robert Lewandowski 46 47
3 Harry Kane 42 45
4 Cristiano Ronaldo 51 45
5 Edinson Cavani 51 44
6 Dragan Boskovic 37 41
7 Jaja Coelho 49 38
8 Pierre-Emerick Aubameyang 45 37
9 Ciro Immobile 47 37
10 Bas Dost 43 35
11 Romelu Lukaku 45 35
12 Edin Dzeko 47 34
13 Dries Mertens 51 33
14 Radamel Falcao 43 32
15 Jonas 40 31
16 Vincent Aboubakar 57 31
17 Albert Prosa 39 30
18 Eran Zahavi 35 28
19 Sergio Aguero 40 28
20 Alexandre Lacazette 42 28

Lewandowski marcou 47 gols em apenas 46 aparições no Bayern e na Polônia, o que significa que ele tem pouco mais do que um gol de média por jogo em 2017. 
 
No entanto, a melhor média entre os nossos 20 melhores pertence ao homem em terceiro lugar. Jogador do Tottenham e o herói da Inglaterra Harry Kane tem a impressionante marca de 45 gols em apenas 42 partidas. 
 
Ronaldo balançou as redes tanto como o jogador de 24 anos, mas com nove jogos mais e sua média inferior significa que o português deve se contentar com o quarto lugar.

Fotos: Getty

Edinson Cavani ocupa o quinto lugar, com 44 gols em 51 partidas, o que serve para ilustrar que o PSG e o atacante do Uruguai realmente estão na forma. 
 
O sexto e o sétimo lugar são ocupados por dois jogadores provavelmente desconhecidos para a maioria dos leitores: Dragan Boskovic e  Jaja Coelho. O montenegrino e o brasileiro marcaram para o Bangkok United e o Buriram United, respectivamente, neste ano. 
 
Pierre-Emerick Aubameyang ocupa o oitavo lugar, o que nos coloca em dúvida de como nenhum clube da elite da Europa ainda não tentou contratar o gabonês, uma vez que ficou claro que o Borussia Dortmund estava disposto a vendê-lo no último verão europeu. 
 
O atacante do Lazio, Ciro Immobile e o centroavante do Sporting, Bas Dost encerram o top 10, com os dois que atualmente aproveitando os períodos mais produtivos de suas carreiras. 
 
A dupla da Bélgica, Romelu Lukaku e Dries Mertens, ocupam a 11ª e 13ª posição, respectivamente, o que é uma conquista particularmente impressionante para o último, uma vez que o jogador do Napoli só foi convertido em centroavante há um ano. 
 
Enquanto isso, o ressurgente Radamel Falcao ocupa o 14º lugar. No entanto, não há espaço no top 20 para o jogador mais caro do mundo, Neymar, já que a última posição da nossa lista ficou com Alexandre Lacazette. 
 
O brasileiro marcou tantos gols quanto o francês, mas em mais jogos, então o jogador do PSG acabou ficando de fora.  

 
Goal 50 é um prêmio anual que reconhece e classifica os 50 melhores jogadores do mundo nos últimos 12 meses. Os principais editores e correspondentes da Goal em todo o mundo emitiram seus votos, com os candidatos julgados por seu nível de consistência em relação ao ano anterior de ação, suas performances em grandes jogos, legado no futebol e o sucesso de suas equipes a nível de clube e seleção.