Melhor do mundo, Messi ajuda o Barcelona em vitória, mas volta a se lesionar e preocupa

Comentários()
Getty
Um dia após receber o FIFA The Best, o craque argentino decidiu com assistência contra o Villarreal, mas precisou ser substituído por lesão

Da felicidade à preocupação. Se na última segunda-feira (24) Lionel Messi comemorou ter recebido o prêmio FIFA The Best, que voltou a colocá-lo oficialmente como melhor jogador do mundo, um dia depois o argentino sentiu, novamente, uma sensação nada agradável. Em sua estreia como titular, precisou ser substituído por causa de incômodos musculares na perna esquerda e já passa a ser dúvida para os próximos jogos da equipe catalã.

Acompanhe o melhor do futebol ao vivo ou quando quiser: assine o DAZN e ganhe um mês grátis para experimentar

“São problemas no músculo adutor (coxa) e preferimos não arriscar. Não parece ser nada demais, mas precisamos esperar amanhã (quando serão realizados outros exames médicos)”, disse o técnico Ernesto Valverde após o jogo.

Mais artigos abaixo

Assistência para Griezmann e queda no time após substituição

Recém-recuperado de problemas na panturrilha, Messi fez nesta terça-feira (24), contra o Villarreal, sua estreia como titular nesta temporada. O argentino já havia entrado no decorrer dos encontros contra Borussia Dortmund, pela Champions League, e na derrota por 2 a 0 para o modesto Granada.

Contra o Villarreal, Messi começou fazendo a diferença logo de início, cobrando escanteio com perfeição para Antoine Griezmann abrir o placar. O 2 a 0 veio graças a um golaço de Arthur. Depois que foi substituído por Ousmane Dembélé, no intervalo, Messi viu o Barça cair de produção. Os visitantes, que já haviam descontado na reta final do primeiro tempo com Santi Cazorla, pressionaram e quase chegaram ao empate.

Preocupação até para a Liga dos Campeões

Logo após o 2 a 1, a imprensa catalã demonstrou preocupação com a situação de Messi. Segundo informações da rádio Catalunya, o craque argentino está fora do próximo compromisso, contra o Getafe, e também da partida marcada para 2 de outubro contra a Inter de Milão, pela segunda rodada da fase de grupos da Champions League.

Fechar