Notícias Placares ao vivo
Pré-Olímpico CONMEBOL

Matheus Henrique, Antony e mais: quem volta com moral para o Brasil após o pré-Olimpico?

19:04 BRST 10/02/2020
Matheus Henrique Brasil Argentina Pré Olímpico 10 02 2020
A seleção brasileira conseguiu, após vitória sobre a Argentina, carimbar presença nos Jogos de Tóquio em 2020

Matheus Cunha e Paulinho foram os grandes destaques da vitória por 3 a 0 sobre a Argentina, que garantiu o Brasil nas Olimpíadas de Tóquio de 2020. Reinier também foi um dos nomes mais falados ao longo do pré-olímpico: todos jovens que defendem equipes europeias.

Quer acompanhar o melhor do futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN com um mês grátis!

Mas e em relação aos que defenderam a seleção sub-23 e pertencem a clubes brasileiros? Quem volta com ainda mais moral após a participação no certame classificatório? Confira abaixo!

Matheus Henrique (Grêmio)

(Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

O jovem gremista, já titular em sua equipe e visto com muita expectativa, foi um dos grandes destaques da seleção comandada por André Jardine.

Segundo números levantados junto à Opta Sports, dentre os atletas que atuam em clubes brasileiros, Matheus foi quem mais deu assistências (2) e quem mais vezes recuperou a posse de bola (42) para o time.

Pedrinho (Corinthians)

(Foto: Getty Images)

A jovem estrela corintiana foi o autor da belíssima assistência para Paulinho abrir o placar na vitória sobre os argentinos. Termina o torneio em alta antes de retornar ao Alvinegro.

Pepê (Grêmio)

(Foto: Getty Images)

Considerando os jogadores que atuam no Brasil, o meia-atacante gremista foi quem mais balançou as redes. Foram três gols marcados.

Antony (São Paulo)

(Foto: Getty Images)

O ponta do São Paulo fez falta à equipe de Fernando Diniz, mas retorna depois de ter sido quem mais criou chances de gol (13) dentre os jovens do futebol brasileiro.

Caio Henrique (Grêmio)

(Foto: Divulgação/Grêmio)

Lateral-esquerdo emprestado ao Tricolor Imortal pelo Atlético de Madrid, Caio Henrique foi quem mais desarmou (acumulou 8) seguindo o mesmo critério adotado neste texto.

Nino (Fluminense)

O zagueiro do Fluminense foi quem mais interceptou bolas (9) e somou rebatidas (17) dentre os jogadores que atuam no Brasil.