Londrina 2 (3) x (1) 2 Cruzeiro: Raposa cede empate no fim e César garante a classificação do Tubarão nas penalidades

Comentários()
Gustavo Oliveira/ Londrina Esporte Clube
Cruzeiro abre dois gols de vantagem, mas vê o Londrina reagir, empatar o jogo nos acréscimos e César brilhar nas penalidades defendendo três cobranças

O Londrina está na final da Copa da Primeira Liga. Neste domingo de manhã, o time comandando por Cláudio Tencati sofreu, mas venceu o Cruzeiro nas penalidades (3 x 1) no Estádio do Café, após arrancar o empate por 2 a 2 no final do tempo regulamentar. Agora o time paranaense irá enfrentar o Atlético Mineiro na decisão da competição, em jogo único, no dia 8 de outubro. Por ter uma campanha melhor do que o Galo, o Tubarão terá a vantagem de jogar em casa a final.

O jogo

O Cruzeiro começou melhor o duelo com o Londrina e abriu o placar logo aos 19 minutos. Após escanteio cobrado no meio da área, Lucas Silva apareceu sozinho para desviar para o fundo da rede. Já no início da segunda etapa, Sassá ampliou a vantagem aos 8 minutos, depois de aproveitar o rebote do chute de Élber que explodiu no travessão.

Londrina Cruzeiro Primeira Liga 03092017Crédito: Gustavo Oliveira/ Londrina Esporte Clube

A vantagem era boa, mas o Tubarão acordou no jogo após levar o segundo e partiu para cima do Cruzeiro, pressionando a Raposa na defesa. A reação começou aos 36 do segundo tempo. Marcinho fez o cruzamento pela ponta esquerda na área e Safira chegou testando para diminuir o placar. Precisando de apenas mais um gol para levar a partida para as penalidades, o time paranaense foi para o tudo ou nada. Aos 50 minutos, Safira foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti para o Londrina. Germano foi para a cobrança e deixou tudo igual, incendiando o Café e levando a decisão para os pênaltis.

Foi ai que brilhou a estrela de César. O goleiro do Londrina pegou três das quatro penalidades cobradas pelos atletas do Cruzeiro (Lucas Silva, Arthur e Alex) e apesar de Marcinho e Artur desperdiçarem seus tiros, o Tubarão levou a melhor, vencendo por 3 a 1, garantindo a vaga na final da Primeira Liga.

Fechar