Inventor da cavadinha aponta Sergio Ramos como melhor sucessor no "estilo"

Comentários()
Getty
O tcheco Antonin Panenka comentou sobre o lance desenvolvido por ele e replicado pelo defensor do Real Madrid no triunfo sobre o Viktoria Plzen

Depois de pouco mais de 40 anos do famoso pênalti de cavadinha na final da Euro de 1976, Antonin Panenka ainda colhe frutos do estilo que inventou e deu o título da competição à República Tcheca sobre a Alemanha Ocidental. Um deles é escolher o melhor sucessor.

"Sergio Ramos fez duas vezes? Então acho que ele é o mais habilidoso na cavadinha. Todos sabem que ele cobra pênaltis desse jeito e ele continua marcando gols, então ele é bom", revelou Panenka em entrevista exclusiva para a Goal.

GFX Curiosidade Sergio Ramos 09112018

Panenka também falou sobre o processo que resultou no êxito obtido naquela oportunidade.

"Poucos sabem, mas eu treinei isso quase todos os dias por dois anos antes daquela Euro. Eu apostava dinheiro, chocolates e outras coisas com o goleiro do time que eu jogava e, como eu sabia que os goleiros tinham a tendência de escolher um lado, depois de perder algumas disputas eu usava esse 'pequeno truque' e ganhei mais que perdi. O problema foi que comecei a engordar por vencer mais vezes", lembrou o tcheco.

O ex-jogador refletiu sobre como poderia ser a vida dele caso não tivesse criado o estilo de bater na bola, que já foi usado também por atletas como Neymar, Eden Hazard, Lionel Messi e Loco Abreu.

"Em relação ao que eu faria se não inventasse a cavadinha, muita gente me pergunta isso. Provavelmente eu teria trabalhado no mesmo lugar por 40 anos", disse o atual presidente honorário do Bohemians, clube onde começou sua carreira profissional.

Fechar