Notícias Placares ao vivo
Copa FA

Histórico! Manchester City é campeão da FA Cup com Gabriel Jesus inspirado

15:11 BRT 18/05/2019
Gabriel Jesus Manchester City 2018-19
Titular, o brasileiro foi um dos maiores destaques na marca inédita no futebol masculino inglês

O futebol inglês nunca foi tanto de um só clube. Neste sábado (18), o Manchester City não teve piedade do Watford e fez 6 a 0 para conquistar a FA Cup. A equipe treinada por Pep Guardiola já havia conquistado Copa da Liga e Premier League, configurando desta forma um “treble” inédito na história do futebol masculino inglês. Levando em consideração a taça da Community Shield, a Supercopa da Inglaterra, foram quatro troféus domésticos. Sem precedentes.

E um dos grandes destaques da partida, que teve transmissão ao vivo no DAZN, foi Gabriel Jesus. Escalado como titular no ataque, o camisa 33 mostrou estar inspirado após ter sido convocado para defender a Seleção na Copa América: fez o quarto gol após ter dado a assistência para o terceiro. Isso oficialmente, já que o segundo tento de Jesus foi dado inicialmente para Sterling – que em cima da linha chutou a bola, que já tinha seu destino traçado, para o fundo das redes, roubando a marca do brasuca. Horas após o apito final, entretando, a FA (federação inglesa) confirmou que o gol foi creditado para Gabriel Jesus. Ou seja, o ex-palmeirense estufou as redes duas vezes e ainda contibuiu com assistência.

A final disputada em Wembley também marcou a despedida do goleiro Gomes, que teve destaque por Cruzeiro, PSV, Tottenham e virou ídolo no Watford. E apesar de ter buscado a bola no fundo de suas redes meia dúzia de vezes, o arqueiro também fez um bom número de intervenções que evitou, ao menos, fazer desta final a maior goleada isolada na história das decisões de FA Cup (no final das contas, igualou o resultado da decisão de 1903, vencida pelo Bury contra o Derby County).

David Silva abriu o placar aos 26’, Gabriel Jesus ampliou aos 38’. Kevin De Bruyne ampliou no segundo tempo, aos 61’, Jesus transformou o resultado em goleada aos 68’ e Sterling voltou a balançar outras duas vezes as redes. Um domingo histórico para o time mais dominante da Inglaterra.