Herói chileno, Bravo avisa: "Estamos prontos para a final"

Comentários()
FRANCK FIFE/Getty
Goleiro, entretanto, afirma que é momento de manter os pés no chão para a decisão

A seleção do Chile chegou a sua terceira final em três anos. Desta vez, a decisão será a da Copa das Confederações, após empatar no tempo regulamentar e na prorrogação e vencer Portugal por 3 a 0 nos pênaltis, na Areka Kazan, na tarde desta quarta-feira. E o destaque da classificação da La Roja foi o goleiro Bravo, que pegou todos os pênaltis cobrados pelos portugueses.


VEJA TAMBÉM:


Na saída do gramado, Bravo preferiu dividir os méritos com toda a equipe. "Tenho que felicitar os meus companheiros, fizeram um esforço muito grande, com um rival que nos obrigou a usar todos os recursos. Creio que esse equipe nunca se dá por vencida, sempre dá algo a mais. Somos uma equipe muito convencida de nossa qualidade. Encaramos os compromissos com muita seriedade. É bom para que a nossa torcida aproveite esse momento, desfrute, estamos prontos para a final", disse.

Claudio Bravo Chile Portugal 280617
(Foto: Getty Images)

Mas o goleiro prefere fugir da euforia pela vaga a final e prefere a cautela. "É um passo muito importante que conseguimos e estamos aproveitando, mas não comemorando. Estamos com os pés no chão. Como disse, fizemos um esforço enorme, os companheiros terminaram muito cansados pelo grande desgaste que aconteceu, mas estamos felizes. Temos que aproveitar essa seleção e cuidar dela mais do que nunca, mas não comemorem muito ainda, porque falta uma partida", concluiu.

Chile celebrating Confederations Cup
(Foto: Getty Images)

Já o técnico Juan Antonio Pizzi analisou o confronto duro diante de Portugal. "Estou emocionado. É claro que as duas equipes são de grande nível. Jogaram com coração, muita raça. Estamos, então, muito contentes. Queríamos jogar essa final e por sorte conseguimos. Foi uma partida muito disputada, com essa disputa de pênalti no final, onde o nosso goleiro foi impressionante".

O treinador, agora, prega que o Chile continue mostrando o mesmo desempenho para conseguir a taça no próximo domingo. "odas as equipes são muito difíceis. Mas única forma que podemos competir é como jogamos hoje e nas partidas anteriores, sempre no limite. Muitas vezes tivemos chances de fazer gols e ganhar a partida, mas não podemos baixar a intensidade, nossa concentração e nosso esforço quando nós perdemos os gols, senão não se pode ganhar as partidas", finalizou.

Fechar