Notícias Placares ao vivo
São Paulo

Com gol mais tardio de sua história, São Paulo entra no G-4

22:05 BRT 27/07/2019
Reinaldo São Paulo Fluminense 270719
Tricolor chegou aos 21 pontos e agora torce por um tropeço do Atlético-MG sobre o Goiás para manter a quarta posição

O São Paulo bateu o Fluminense por 2 a 1, no Maracanã, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, na noite deste sábado (27), com direito a gol de pênalti assinalado pelo VAR no último minuto. O resultado deixa o Tricolor na quarta posição, com 21 pontos marcados.

E o artilheiro da noite do lado paulista, Reinaldo - que marcou o gol mais tardio da história são-paulina (desconsiderando prorrogações), aos 52 minutos, segundo o historiador do clube Michael Serra - comemorou a vitória fora de casa e destacou a força do elenco.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste grátis o serviço por um mês!

"É uma vitória que é do grupo, coletivamente fomos bem, sabíamos que seria um jogo difícil contra o Fluminense, mas a gente teve foco e concentração para sair com um resultado positivo", disse em conversa com a imprensa após o jogo".

"Quero agradecer o apoio do torcedor que veio no Maracanã, sabemos do sacrifício que fazem para estar aqui, a vitória foi para eles. Comemorar essa vitória com pezinho no chão, trabalhar essas duas semanas que não tem nada ganho. Com muita humildade e pés no chão", completou.

Já o técnico Cuca vê o time "de volta" à disputa por saltos maiores no Brasileirão. 

"Uma retomada de campeonato. Com Palmeiras, Chapecoense e hoje. Era um jogo complicado de jogar pela maneira como o Diniz faz o time jogar, te atrai e tem saída qualificada, quebrando as linhas e encontrando espaços para concluir. Se você se defende muito, eles conseguem quebrar a linha. tem volantes que trabalham a bola, mais o ganso. Jogo complicado, trabalhamos bastante. Ora marcando pressão, ora passando a linha. E tendo opções para os jogos de 98 minutos. Tivemos calma, posse o Fluminense teria mais, mas em chutes a gol foi igual Tivemos 30% de posse, mas 13 ou 14 chutes, igual ao Fluminense. Cada um na sua proposta, a nossa deu certo e subimos um pouco na tabela", analisou em entrevista coletiva.

"A gente melhorando assim (briga por título), não quero passar a responsabilidade de 'agora vamos lutar pelo título', o São Paulo sempre vai lutar pelo título. Mas tem que ratificar, ter regularidade e manter a regularidade. Se a gente mantiver isso, temos boas chances de lá na frente chegar em primeiro", concluiu.

O São Paulo agora torce por um tropeço do Atlético-MG contra o Goiás para permanecer na quarta colocação. O Tricolor volta a campo apenas no dia 10 de agosto, contra o Santos, no Morumbi. Isso porque a partida contra o Athletico-PR, foi adiada em devido a participação dos paranaenses na Copa Suruga, no Japão.