Flamengo se vinga do Del Valle em noite perfeita do ataque: passado, presente e futuro decidiram

Comentários()
Lincoln, Gabigol, Pedro e Bruno Henrique decidiram diretamente com os gols da vitória que classificou o Rubro-Negro às oitavas da Libertadores

O Independiente Del Valle foi, até aqui, provavelmente o adversário mais difícil enfrentado pelo Flamengo neste 2020: vendeu caro a derrota na disputa, em jogos de ida e volta, da Recopa Sul-Americana, ainda no início do ano, e um punhado de dias atrás havia aplicado ao Rubro-Negro o seu revés mais elástico em todos os tempos na Libertadores. No último reencontro válido pela fase de grupos da máxima competição continental, dentro do Maracanã, a equipe carioca mostrou com autoridade o seu poder. A vitória por 4 a 0 teve como destaque, além do jovem goleiro Hugo Neneca, todo o ataque flamenguista.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Quem abriu a contagem, ainda no primeiro tempo, foi o jovem Lincoln, tão criticado pela torcida após um gol desperdiçado na derrota para o Liverpool no Mundial de Clubes de 2019. Com 26 minutos de jogo, o camisa 26, que atuou aberto pelos lados embora também tenha característica de centroavante, fez o 1 a 0 em um momento no qual o duelo ainda mostrava traços de equilíbrio. Até ali o melhor em campo era o goleiro Hugo “Neneca” Souza.

No último domingo, a narrativa do empate por 1 a 1 com o Palmeiras, pelo Brasileirão, foi muito focado na boa exibição dos jovens que entraram em campo em meio ao surto de Covid-19 no elenco flamenguista. De fato, eles estiveram à altura de um grande desafio. Especialmente Hugo, sob as traves. Mas o condutor daquele ponto somado foi Arrascaeta, dono das ações mais decisivas, e o gol foi marcado por Pedro - Gerson e Thiago Maia também deram segurança. Nesta quarta-feira (30), o Flamengo abriu o placar com passe de Matheuzinho para Lincoln logo após as boas defesas de Neneca. Ou seja: os meninos decidiram até mais do que contra o Palmeiras.

Lincoln Flamengo Independiente Del Valle Libertadores 30 09 2020 Lincoln comemora o primeiro gol sobre o Del Valle (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

O segundo gol do conjunto rubro-negro empolgou o torcedor de maneira especial. Afinal de contas, se havia uma discussão sobre quem, dentre Gabigol e Pedro, deveria ser titular no ataque, um acabou completando o outro naquilo que vêm fazendo de melhor nesta atual temporada. Aproveitando o espaço causado pela linha defensiva alta dos equatorianos, Thiago Maia deu lindo lançamento rasteiro para Gabigol, que disparou em velocidade antes de servir Pedro: o camisa 9 chegou a 10 assistências considerando todas as competições (é artilheiro e maior garçom do Fla no ano) e Pedro chegou ao seu 11º tento nesta temporada. Jogaram juntos e jogaram muito bem, até Gabriel ser substituído por dores no pé depois de uma pisada em falso no gramado do Maracanã.

Gabigol Pedro Flamengo Independiente Del Valle Libertadores 30 09 2020 Gabigol e Pedro se completaram nos 45 minutos iniciais (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Bruno Henrique, que  - por causa de lesão e, depois, Covid - não entrava em campo fazia um mês, substituiu Gabriel e também decidiu: fez os dois gols que transformaram a vitória na classificação para as oitavas de final do torneio – soma 10 tentos em seu nome neste 2020. Nas duas jogadas, a participação de Arrascaeta, cada vez mais influente e decisivo, também foi importante.

Bruno Henrique Flamengo Del Valle Libertadores 30 09 2020 Bruno Henrique voltou e fez dois gols (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Gabigol e Bruno Henrique, os dois nomes mais lembrados pelas conquistas de 2019, decidiram. Pedro, principal contratação para o ataque em 2020, continua em grande fase e voltou a estufar as redes. E Lincoln, uma promessa do futebol, voltou a ter motivos para sorrir depois de tantas críticas. Passado (ainda que um passado recente), presente e futuro decidiram no ataque para mostrar, para quem ainda duvidava, que o Rubro-Negro segue muito forte.

Fechar