Fair Paly financeiro ameaça PSG mais uma vez e venda de Neymar e Mbappé volta a ser cogitada

Comentários()
Getty Images
Ainda sob as sanções do Fair Play Financeiro, a permanência de um dos principais astros do clube parisiense está em risco para a próxima temporada

O assunto que atormenta o Paris Saint-Germain voltou a ser ecoado. Segundo o jornal Mediapart, o clube parisiense se encontra em apuros para cumprir as normas do Fair Play Financeiro, nos quais a dívida de 170 milhões de euros em aberto deveria ter sido paga nesta segunda-feira (24).

Caso queiram competir a próxima Champions League, o PSG necessita resolver o caso o quanto antes, e aguardam uma resposta do Tribunal Arbitral do Esporte (TAS).

A maneira mais fácil de sanar tal dívida seria a venda de algum jogador de peso da equipe, e isso inclui os nomes de Neymar e Kylian Mbappé.

O brasileiro chegou ao clube por 222 milhões de euros pagos ao Barcelona, enquanto o jogador francês deixou o Monaco por 180 milhões de euros. Considerando suas cláusulas de rescisão, caso um deles fosses vendidos, o PSG obteria menos dinheiro do que lhes custaram, mas conseguiriam pagar o que devem.

Com seu financiamento cortado pela Uefa, o contrato do PSG com a Secretaria de Turismo do Catar gerava 145 milhões de euros por ano, mas foram contabilizados apenas 58 milhões.

A Uefa já anunciou que não irá aceitar a multiplicação dos patrocínios do Catar para financiar o orçamento, e que limitará as receitas dos principais patrocinadores em 36 milhões de euros na próxima temporada. Ou seja, esses cálculos causariam a perda de 100 milhões de euros por temporada ao PSG.

Sem a venda de um de seus astros, o clube não terá saída e ficaria fora da Champions League 2019/20, outra grande fonte de dinheiro.

Vale contar que tanto Neymar quanto Mbappé têm interesse em jogar no Real Madrid e Barcelona, mas não são todos que podem pagar por uma contratação tão cara e continuar a cumprir as regras do FPF.

Próximo artigo:
Boselli brinca e fala em abandonar cores do ex-clube: "Verde no Corinthians não pode"
Próximo artigo:
Nenê diz que foco é no São Paulo e promete temporada com menos "rebeldia"
Próximo artigo:
Klopp condena espionagem de Bielsa: "Treino não é para ninguém de fora"
Próximo artigo:
Juíza nega recurso do Levante e mantém Barcelona vivo na Copa do Rei
Próximo artigo:
Saint-Etienne x Lyon AO VIVO e DE GRAÇA! Assista aqui com DAZN e Goal
Fechar