Escalação irregular: Conmebol muda resultado na Libertadores

Comentários()
Getty Images
O Barcelona de Guayaquil havia vencido por 2 a 1, mas agora precisa lidar com derrota por 3 a 0

A Conmebol acatou o pedido feito pelo Defensor, do Uruguai, e mudou o resultado do jogo de ida contra o Barcelona de Guayaquil, pela fase preliminar da Libertadores. A vitória por 2 a 1 fora de casa virou derrota por 3 a 0 por causa da escalação irregular do time equatoriano.

O clube uruguaio acionou a entidade por entender que o Barcelona deveria ser punido por não ter inscrito o colombiano Sebastián Pérez, contratado junto ao Boca Juniors, dentro do prazo estipulado na competição. Levando em consideração o artigo 19 de seu regulamento, o Tribunal Disciplinar da Conmebol considerou a reclamação justa e puniu a equipe do Equador.

O vencedor do confronto, que terá jogo de volta nesta terça-feira (12), pode enfrentar o Atlético-MG em uma próxima fase. Para isso, o Galo precisa bater o também uruguaio Danubio – o jogo de ida terminou empatado por 2 a 2. A punição contra o Barcelona não é novidade em relação a escalações irregulares. Em 2018, o mesmo aconteceu com o Santos por causa da escalação irregular de Carlos Sánchez (e culminou na eliminação da equipe brasileira).

Fechar