Destaque contra o Del Valle, Lincoln tem dia decisivo e pode deixar o Flamengo

Comentários()
Atacante tem proposta de empréstimo do grupo City na mesa e recente críticas internas deixaram atleta e staff desconfortáveis

O atacante Lincoln pode ter feito seu último jogo com a camisa do Flamengo nesta quarta-feira (30), na vitória por 4 a 0 sobre o Independiente Del Valle. A diretoria do clube se reúne nesta quinta (1), com os empresários do atleta, que tem uma proposta de empréstimo do Grupo City na mesa e pode deixar a equipe carioca.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

O interesse do grupo que controla ao menos dez clubes pelo mundo não é novo. Eles têm tentado a contratação de Lincoln desde o início da temporada 2020 e oficializaram uma proposta de empréstimo em agosto. Longe do que o Flamengo entendia ser o melhor, o clube definiu que o garoto ficaria, e que Domènec Torrent lhe daria mais oportunidades. 

Ao longo das últimas semanas, Lincoln ganhou chances com o treinador e nos dois últimos jogos começou como titular. Diante do Del Valle, anotou o gol que abriu o caminho para a goleada de 4 a 0 e teve ótima participação ao longo do jogo. 

As fortes críticas partindo também de dentro do próprio clube fez com o que os agentes do atleta pressionassem pela saída. Na última segunda-feira (28), Paulo César Pereira, vice-presidente de Secretaria do Flamengo, publicou um vídeo que continha algumas gozações com o atacante, o que irritou pessoas próximas ao atleta. 

Lincoln chegou a fazer uma publicação em uma de suas redes sociais dizendo que tinha muitas "bocas" para calar, mostrando o desconforto com as críticas. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Tenho metas a cumprir e muitas bocas pra calar. Merecíamos mais. Orgulho dos crias🤪

Uma publicação compartilhada por Lincoln Correa (@lincoln9) em

Em recente entrevista à ESPN, Vitor Remiro, empresário do jovem atleta, revelou as insatisfações com as críticas públicas vindas de dentro do clube. 

"É um talento que o clube tem que não está sabendo administrar. Não dá para jogar tudo nas costas de um jogador que vem da base. Se tiver a (possível) saída, tem de fazer. Se tem pessoas de dentro que atacam o jogador, ele pode seguir a vida. Não o conheço (o vice-presidente), não sei se ele participa ativamente do dia a dia"

Mais artigos abaixo

Depois do Mundial de Clubes, o vice-presidente de relações externas, Luiz Eduardo Baptista, também fez uma crítica pública a Lincoln. Ele afirmou que outro jogador não perderia a chance desperdiçada nos minutos finais do jogo contra o Liverpool, o que gerou muito desconforto entre os agentes do jogador. 

Agora, o staff do atleta se reúne com a diretoria nesta quinta e espera resolver a situação do jogador até sexta. Caso acerte com o grupo City, Lincoln será repassado a algum clube controlado por eles na Europa. 

Fechar