Decisões de estaduais agitam o país

Comentários()
© Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Clássicos regionais agitam o Brasil em fim de semana decisivo

As decisões dos campeonatos estaduais prometem agitar o Brasil neste fim de semana. Clássicos marcam boa parte dos confrontos, mas algumas equipes surpreenderam, passaram por times grandes e chegam com esperança de levantar a taça. Confira como está as situações dos regionais após a realização dos primeiros jogos.

Paulista

No Campeonato Paulista, o Corinthians surpreendeu a Ponte Preta - que eliminou nada mais nada menos que Santos e Palmeiras -, fez 3 a 0 no Moisés Lucarelli, e joga neste domingo, na Arena Corinthians, com grande vantagem. O Alvinegro atua por um empate ou por uma derrota de até por até dois gols de diferença, para erguer seu 28º troféu do estadual. Para a Macaca, a situação é complicada. A equipe entra em campo com a necessidade de vencer o adversário por quatro gols para se sagrar campeã, ou então, um triunfo por três gols para levar a decisão às penalidades.

Carioca

No Rio de Janeiro, o Flamengo saiu na frente em decisão contra o Fluminense, no Maracanã, aproveitando a falha da zaga rival e vencendo por 1 a 0. Desta forma, o Rubro-Negro vai ao confronto com a vantagem do empate. Já o Tricolor, que não repetiu as boas atuações dos últimos jogos, precisa bater o Fla por dois gols de diferença para ficar com o título. Se o Tricolor vencer por um gol, a decisão irá para os pênaltis.

Wellington Willian Arao Fluminense Flamengo Carioca 30042017
(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo/Divulgação)

Mineiro

Após empatarem em um jogo sem gols no Mineirão, Atlético-MG e Cruzeiro se enfrentam neste domingo, no Horto. O Galo, por possuir melhor campanha na primeira fase, joga podendo empatar e também para manter a marca de 100% de aproveitamento em seus domínios. Já à Raposa resta buscar o quinto triunfo seguido em clássicos no Independência para ficar com o título do Campeonato Mineiro.

Marlone Henrique Cruzeiro Atlético-MG Campeonato Mineiro 30042017
(Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Gaúcho

No Gauchão, a decisão está completamente aberta. Internacional e Novo Hamburgo empataram em 2 a 2 na primeira partida no Beira-Rio. Os visitantes ficaram na frente por duas vezes, mas o Colorado arrancou o empate. Assim, quem vencer o jogo neste domingo se consagra o campeão estadual. Na regra do campeonato não há gol qualificado e, em caso de empates, pênaltis.

Rodrigo Dourado Internacional Novo Hamburgo Gaucho 30042017
(Foto: Ricardo Duarte/Internacional/Divulgação)

Catarinense

Em jogo com duas expulsões na Ressacada, a Chapecoense bateu o Avaí por 1 a 0 e deu o primeiro passo para a conquista do bicampeonato inédito do time da Arena Condá.  Como teve melhor desempenho na primeira fase, a Chape joga por um empate ou podendo perder por até um gol de diferença. Para o Avaí resta vencer na casa do rival por dois ou mais gols de diferença para levantar a taça do catarinense.

Avai Chapecoense Catarinense 01 05 2017
(Foto: Divulgação/Chapecoense)

Paranaense

O mando de jogo era do Atlético-PR, mas quem fez estrago foi o Coritiba, que atropelou o rival rubro-negro por 3 a 0 e, com isso, tem grande vantagem para o jogo de volta no Couto Pereira. O Coxa pode empatar ou até perder por dois gols, que ainda assim conquista o título. A missão do Furacão será complicada: bater o rival, fora de casa, por quatro gols para levar o troféu, ou então, por três gols e levar a decisão às penalidade.

ParanaenseCoritiba 19022017
(Foto: Reprodução Youtube)

Baiano

Após um jogo conturbado na Copa do Nordeste, Bahia e Vitória fizeram um jogo com os ânimos mais tranquilos na Arena Fonte Nova e ficaram empatados em 1 a 1. O Leão fez melhor campanha na primeira parte do campeonato e, por isso, entra em campo com a vantagem de uma nova igualdade. Para o Bahia, um triunfo por qualquer placar serve para ser o Campeão Baiano.

Goiano

O Goiás está com uma mão na taça. O Esmeraldino visitou o Vila Nova e bateu o rival por 3 a 0, podendo, então, perder por até dois gols de diferença no jogo de volta para levar a taça pela 27ª vez na história. Ao Vila Nova resta devolver o placar para levar a decisão aos pênaltis, ou então, um triunfo por quatro gols para vencer o estadual.

 

 

Fechar