Cuca e Hulk sofrem críticas pelo que não estão entregando no Atlético-MG

Os dois recém-contratados pelo Galo ainda não deram retorno e foram personagens da derrota no clássico contra o Cruzeiro

Hulk Atlético-MG 11 04 2021 Mais uma vez o Atlético-MG movimentou o mercado da bola. Além de contratar Hulk, com a intenção de ter o veterano como "homem gol", o Galo trouxe Cuca para substituir Jorge Sampaoli no comando técnico do time. Mas, por enquanto, ambos estão devendo. 

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

O Galo é líder do Campeonato Mineiro, mas tem dado algumas escorregadas - a mais recente delas no clássico contra o Cruzeiro , que está longe de viver de suas melhores fases. Um dos personagens do jogo foi justamente Hulk que, além de não ter tido uma boa atuação, ainda foi protagonista de uma confusão com William Pottker, que resultou na expulsão dos dois.

Durante e após o jogo, o atacante foi um assunto bastante comentado, principalmente ao receber críticas de torcedores - alguns chegaram até a chamar a contratação de Hulk de "péssimo investimento". E, por enquanto, o camisa 7, de fato, não tem trazido frutos ao Galo.

 

Desde que chegou ao time mineiro, o Hulk atuou em sete partidas, tendo marcado apenas um gol, de pênalti contra o Coimbra, em seu terceiro jogo com a camisa do Atlético. Além disso, o atacante também deu uma assistência para um gol de Diego Tardelli, logo em sua estreia. Os números, porém, não agradam a torcida, que viu o Galo pagar muito dinheiro pelo jogador, que atuava na China e tinha proposta de diversos outros clubes pelo mundo.

Do clássico também saíram críticas a Cuca. Consagrado no Galo após o título da Libertadores de 2013, o treinador voltou ao clube sob protestos de parte da torcida - principalmente por conta de uma condenação or estupro da época em que atuava como jogador do Grêmio -, e, apesar da liderança no Mineiro, não é unanimidade aida.

O Atlético chegou ao confronto como grande favorito, principalmente pela fase que o rival vive - segundo ano na Série B e sem um elenco consagrado. No entanto, saiu derrotado. Após o jogo, em sua coletiva, Cuca reconheceu a culpa, dando razão aos torcedores que o criticaram.

"Torcedor do Galo deve estar querendo passar para dentro da TV para me pegar, com toda razão. Eu, se estivesse no lugar dele, estaria p*** do mesmo jeito, pelo favoritismo, não falado por nós, mas pela imprensa, e pelo investimento que temos. E dentro de campo, aconteceu o contrário. A culpa é minha, ninguém jogou bem. Não é culpa dos jogadores; é do treinador”, disse Cuca. 

Os dois têm mais um jogo - diante do Boa - para convencerem antes da estreia do Atlético-MG na Libertadores, no dia 21 de abril, contra o Deportivo La Guaira, fora de casa, pelo Grupo H.

Fechar