Como terminaria a Ligue 1 2019-20 baseado no desempenho dos times?

Última atualização

Depois de o governo francês decretar o encerramento dos eventos esportivos, por causa da pandemia do novo coronavírus, a Ligue 1 oficializou o Paris Saint-Germain como campeão desta temporada, além de ter definido os classificados para as competições europeias e os rebaixados para a segunda divisão.

Que o PSG, líder com 12 pontos de vantagem e com uma enorme diferença de nível técnico para os demais, seria campeão só um louco discordaria. Mas e em relação às brigas pelas vagas na Champions e Europa League e o rebaixamento?

O critério da liga utilizado para tomar a decisão de como ficaria a classificação final foi a média de pontos somados.

Veja a classificação final da Ligue 1 2019-20

Desta forma, Olympique de Marseille (2º) e Rennes (3º) garantiram vaga para a Champions, enquanto Lille (4º), Reims (5º) e Nice (6º) ficaram com a Europa League – sendo que duas vagas a mais para este torneio, que seriam definidas através das copas, foram redirecionadas para a Ligue 1.

Amiens (19º) e Toulouse (20º) foram rebaixados. Ou seja: a média de pontos foi um espelho da tabela atual. Mas será que esta foi a forma mais justa de se prever o que poderia acontecer? Uma estatística chamada Expected Points mostra um resultado bem diferente na tabela final.

Resumindo muito, Expected Points (Pontos Esperados, em tradução livre e abreviado como xPTS) mensura a pontuação que um time merece baseado no seu desempenho – e não apenas no resultado frio de uma partida – e vem sendo uma das formas mais utilizadas por apostadores profissionais na hora de fazerem suas apostas.

Esta métrica leva em conta a qualidade das chances criadas pelas equipes nos jogos e aponta o que é um pouco de sorte e o que não é. Ou seja: retrata uma classificação baseada no mérito da qualidade do futebol que uma equipe demonstrou – a sua capacidade de criar e marcar gols, assim como a de evita-los.

De acordo com o Understat, site especializado neste tipo de métrica, o PSG seguiria como incontestável líder – e campeão – do Campeonato Francês, com 65.68 Expected Points (os números são quebrados por considerarem cada chance de um jogo de futebol). Mérito óbvio e inquestionável.

O que mudaria nas definições da Ligue 1?

Houssem Aouar Lyon 2019-20 Lyon teve futebol para aspirar posições maiores e vaga na Champions (Foto: Getty Images)

Mas como Lille (47.12) e Lyon (46.34) possuem ExPTS maiores do que Marseille (41.73 – 5º no total) e Rennes (41.18 – 6º no total), os torcedores destes clubes podem se sentir mais merecedores de tais vagas. Lembre-se: levando em conta o futebol apresentado, não o resultado final dos encontros.

Monaco, Marseille e Rennes ficariam com as vagas para a Europa League. No rebaixamento, o Toulouse não tem do que reclamar: tem o pior xPTS dentre as 20 equipes (28.01).

Nicholas Opoku Amiens 2019-20 Destino do Amiens poderia ter sido melhor (Foto: Getty Images)

O Amiens, sim, teria muito a lamentar: sairia da penúltima posição na tabela real para 14º levando em conta os xPTS (32.84). Ou seja, mostrou futebol para ficar até no meio da tabela. Seguindo a lógica dos xPTS, o outro rebaixado seria o Metz (29.04), apesar de estar em 15º na posição geral da Ligue 1.

Levando em conta o merecimento pelo que cada time vinha fazendo em campo, a tabela da Ligue 1 poderia ser diferente. Mas a verdade é que, em meio a uma situação tão difícil, não há maneira ideal de se definir um campeonato inteiro: sempre haverá pelo menos um time injustiçado.

Confira abaixo a tabela da Ligue 1 baseada nos xPTS

1º PSG (65.68) - campeão

2º Lille (47.12) – vaga na Champions

3º Lyon (46.34) – vaga na Champions

4º Monaco (42.47) – vaga na Europa League

5º Marseille (41.73) – vaga na Europa League

6º Rennes (41.18) – vaga na Europa League

7º Reims (40.42)

8º Montpellier (40.05)

9º Strasbourg (37.74)

10º Angers (37.49)

11º Bordeaux (37.06)

12º Nantes (35.91)

13º Nice (35.62)

14º Amiens (32.84)

15º Nimes (32.69)

16º Saint-Etienne (32.68)

17º Dijon (31.19)

18º Brest (30.64)

19º Metz (29.04) - rebaixado

20º Toulouse (28.01) – rebaixado