Notícias Placares ao vivo
Brasileirão Série A

Clubes assinam intenção para ter liga do Brasileirão independente e pressionam CBF

15:59 BRT 15/06/2021
Troféu Taça Palmeiras campeão Brasileirão Série A 02122018
Em reunião com 19 presidentes da Série A do Campeonato Brasileiro, clubes ensaiam ideia de criar liga independente no futebol nacional

Os clubes brasileiros se reuniram na tarde desta terça-feira (15), no Rio de Janeiro, para conversar sobre a possibilidade de criação de uma liga independente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A ideia é que os clubes tenham mais autonomia na determinação de questões referentes ao Campeonato Brasileiro, concentrando inclusive a distribuição de prêmios financeiros.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

O assunto já era debatido em um grupo de WhatsApp que conta com a presença dos presidentes dos 20 participantes da Série A do Campeonato Brasileiro 2021. Eles já discutiam questões sobre o tema há alguns dias e optaram pelo encontro a fim de aparar possíveis arestas e também comunicar a CBF sobre a intenção de maneira formal.

No encontro presencial na capital carioca, foi assinado um protocolo com a intenção de criar a liga independente. O documento foi entregue à CBF, que também contou com representantes na conversa.

O único clube que não contou com um representante na reunião na tarde de hoje foi o Sport. O presidente Milton Bivar entregou a sua carta de renúncia na noite dessa segunda-feira (14) e deixou o clube dois meses após a sua reeleição. Haverá um novo pleito na Ilha do Retiro para definir o novo mandatário da equipe.

Um dos motivos para a criação da liga é o momento de crise que vive a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O presidente Rogério Caboclo pediu afastamento de 30 dias do cargo após um escândalo de assédio sexual que envolve a sua secretária na entidade.

Os 19 presentes na reunião assinaram a carta, que você pode ver na íntegra abaixo:

Por unanimidade dos presentes, 19 Clubes da Série A do Futebol Brasileiro - em razão de diversos acontecimentos que vêm se acumulando ao longo dos anos e que revelam um distanciamento total e absoluto entre os anseios dos Clubes que dão suporte ao futebol profissional brasileiro e a forma como é gerida a CBF -, reunidos nesta data, decidiram adotar postulações e resoluções na forma abaixo elencada:

1. Requerer a imediata alteração estatutária que consagre uma maior participação dos Clubes nas decisões instituicionais e na gestão da CBF, admitindo-se os Clubes como filiados dessa entidade;

2. Dentre os itens desta alteração estatutária, necessariamente deve ser incluída a votação igualitária nas eleições para escolha do Presidente e Vice-presidentes da CBF, sendo certo que Federações e Clubes das Séries A e B terão seus votos contados de forma unitária e com mesmo peso entre si;

3. Ainda no que se refere à alteração estatutária, inclui-se o fim dos requisitos mínimos para inscrição das chapas concorrentes à eleição desta entidade, abolindo-se a necessidade de apoio de oito federações e cinco clubes, permitindo-se o lançamento de chapas que tenham o apoio expresso de, ao menos, 13 eleitores, independente de serem clubes ou federações; e

4. Comunicar a decisão da criação imediata de uma "Liga de futebol no Brasil, que será fundada com a maior brevidade possível e que passará a organizar e desenvolver economicamente o Campeonato Brasileiro de Futebol. Além dos Clubes signatários, os Clubes da Série B serão convidados a integrar a "Liga".

Os Clubes adotarão medidas efetivas para consumar a sua associação para, de forma organizada, exercerem administração do futebol brasileiro e do seu calendário.