Bruno Henrique relata que família foi agredida por torcedores do Palmeiras

Bruno Henrique e esposa
Instagram/Reprodução
Não é a primeira vez que o volante e sua esposa são alvos de torcedores palmeirenses

Torcedores do Palmeiras agrediram a esposa do volante Bruno Henrique na saída da Arena da Baixada após o empate por 1 a 1 contra o Athletico-PR. As reportagens do UOL e do GloboEsporte entraram em contato com a assessoria do jogador, que confirmou o episódio.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste o serviço por um mês grátis!

Segundo relatos de testemunhas e do próprio jogador, um grupo de torcedores reconheceu Bhel Dietrich, esposa de Bruno Henrique, a cercaram, xingaram e empurram. Ela estava acompanhada de um senhor e uma criança.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

❤️❤️❤️

Uma publicação compartilhada por Bruno Henrique (@brunohenrique.25) em

Não é a primeira vez que Bruno Henrique e Bhel são alvos de ataque de palmeirenses. Após a goleada por 3 a 0 contra o Flamengo, os dois foram reconhecidos passeando na rua e o volante foi chamado de pipoqueiro. A discussão entre Bhel e o torcedor foi filmada e viralizou na internet.

Nos últimos meses, a torcida palestrina tem realizado diversos protestos. Mas os principais alvos eram Alexandre Mattos e Maurício Galiotte. O ex-técnico do time, Felipão, também chegou a ser cobrado pelas torcedores de organizadas. Bruno Henrique é um líderes do elenco, sendo diversas vezes o capitão do time.

O Palmeiras soltou uma nota oficial em seu site demonstrando repúdio ao lamentável episódio na Arena da Baixada. Confira a nota na íntegra.

"A Sociedade Esportiva Palmeiras repudia veementemente o deplorável e constrangedor episódio ocorrido na saída do estádio neste domingo (20), após a partida contra o Athletico-PR, em Curitiba, envolvendo a esposa do jogador Bruno Henrique e sua família.

Mais artigos abaixo

É inadmissível que aconteçam situações lamentáveis envolvendo ataques de supostos torcedores a atletas, comissão técnica, dirigentes e seus familiares. O clube está dando todo o suporte necessário ao jogador e sua família".

O Palmeiras está em segundo lugar no Brasilerão, dez pontos atrás do líder Flamengo. No próximo domingo, o time viaja até Florianópolis para encarar o Avaí.

Fechar