Notícias Placares ao vivo
Brasileirão Série A

Brasileirão 2019: As probabilidades para título, vaga à Libertadores e rebaixamento

09:10 BRT 03/09/2019
Taça Troféu Campeonato Brasileiro Brasileirão 2018
Quais são as chances de cada time ser campeão ou de ser rebaixado na Série A em 2019? Confira os números

O primeiro turno vai chegando ao fim, e o Campeonato Brasileiro de 2019 vai se consolidando como uma das edições mais disputadas nos últimos anos. As brigas pela liderança e pela classificação à Copa Libertadores têm mudanças a cada rodada, enquanto, na outra extremidade, outro grupo de times luta contra o famigerado Z-4 e a ameaça da queda à Série B do ano que vem.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste grátis o serviço por um mês!

Desta forma, o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) estima a probabilidade de cada clube na briga por título, Libertadores e rebaixamento, em números atualizados ao fim de cada rodada. O setor especializado em estatísticas do futebol realiza os estudos desde 2005 pensando nos apaixonados pelo esporte.

Mas então, qual é a chance do seu time do coração na briga pelo objetivo deste ano no Brasileirão? Confira!


QUE TIME TEM MAIS CHANCES DE TÍTULO?


Líder do Brasileirão há duas rodadas, o Flamengo, obviamente, tem a maior probabilidade de colocar as mãos no troféu do principal torneio nacional. A equipe carioca soma 42,4%. 


(Foto: Getty Images)

Em segundo e com os mesmos 36 pontos que o Flamengo, o Santos é detentor de 27,7% de probabilidade de conquistar o título. O Corinthians, em 3º lugar com os mesmos 31 pontos que o 4º, o São Paulo, tem 8,2% de chances ser campeão. O Tricolor Paulista soma 7,6%.

Líder do campeonato durante a maior parte, o Palmeiras, em 5º lugar, agora tem 6,1% de chances de conquistar o bicampeonato brasileiro.

POSIÇÃO TIME PROBABILIDADE DE TÍTULO
FLAMENGO 42,4%
SANTOS 27,7%
CORINTHIANS 8,2%
SÃO PAULO 7,6%
PALMEIRAS 6,1%

CHANCES DE SE CLASSIFICAR À LIBERTADORES


Se a briga por título parece restrita a poucos times, a disputa por uma vaga na Libertadores é um objetivo mais real para mais clubes. Internacional, Atlético-MG, Bahia, Athletico-PR, Botafogo e Grêmio sonham em jogar o maior torneio da América do Sul na próxima temporada, além daqueles que já estão na parte de cima da tabela.

Apesar de o Bahia está atrás no Internacional na classificação, a equipe chega a 41,2% de chances diante dos 36,6% do Colorado. O Atlético-MG, com 36,2%, vem logo depois, seguido do Athletico-PR, com 29,2% de probabilidade de jogar a Libertadores 2020.

Com percentual menor, porém com estimativas positivas, Botafogo (16,5%) e Grêmio, semifinalista da atual temporada da Libertadores (13,1%), ainda podem sonhar com a possibilidade de participar da competição na temporada seguinte por meio do Brasileirão (sendo que o Tricolor gaúcho também pode encaminhar vaga pela Copa do Brasil, competição na qual também está nas semis).

Fortaleza, Goiás, Ceará e Vasco somam pouco mais de 7% cada.

POSIÇÃO TIME PROBABILIDADE DE CLASSIFICAÇÃO
FLAMENGO 94,9%
SANTOS 91,0%
CORINTHIANS 72,6%
SÃO PAULO 69,2%
PALMEIRAS 65,0%
BAHIA 41,2%
INTERNACIONAL 36,6%
ATLÉTICO-MG 36,2%
ATHLETICO-PR 29,2%
10º BOTAFOGO 16,5%
11º GRÊMIO 13,1%

CHANCES DE REBAIXAMENTO


Em último, mas agora com uma vitória graças ao triunfo sobre o Fluminense no encerramento da rodada, o Avaí soma 85,5% de chances de ser rebaixado para a Série B. Na zona de rebaixamento, CSA, com 75,6%, Fluminense, com 72,3%, e Chapecoense, com 61,3%, são as equipes com maiores chances queda à segunda divisão do futebol brasileiro em 2020.


(Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)

Logo depois, o Cruzeiro que esteve um tempo no Z4, soma 27,1% de possibilidade de jogar a segunda divisão. Perto dos 15%, Vasco, Ceará e Fortaleza fecham a lista com as equipes com alto percentual de disputar a Série B 2020.

POSIÇÃO TIME PROBABILIDADE DE REBAIXAMENTO
20º AVAÍ 85,5%
19º CSA 75,6%
18º FLUMINENSE 72,3%
17º CHAPECOENSE 61,3%
16º CRUZEIRO 27,1%
14º CEARÁ 15,4%
15º VASCO DA GAMA 14,7%
12º FORTALEZA 14,5%
13º GOIÁS 14,3%