Braçadeira de capitão arremessada por CR7 será leiloada para custear tratamento de bebê

Última atualização
Getty/Goal

A braçadeira de capitão de Cristiano Ronaldo utilizada no confronto contra a Sérvia (no dia 27 de março) será utilizada para uma boa causa. A faixa será leiloada para custear o tratamento de um bebê sérvio de apenas seis meses de idade.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Cristiano Ronaldo atirou no chão sua braçadeira nos minutos finais do jogo em Belgrado após ver seu gol, que daria a vitória para seu país, ser invalidado injustamente pela arbitragem. O objetivo foi recolhido por um funcionário do Estádio Rajko Mitic, que repassou para a caridade.

Embora o ato do craque português tenha rendido polêmicas, resultará em uma boa ação. Agora, a faixa será leiloada para pagar uma cirurgia de um menino sérvio de seis meses de idade com com atrofia muscular espinhal. A instituição colocará a braçadeira de capitão em leilão online por três dias.

O lance que revoltou Cristiano Ronaldo

Stefan Mitrovic Serbia Portugal

Já nos últimos minutos do duelo contra a Sérvia, Cristiano Ronaldo arriscou um chute e a bola chegou a cruzar a linha do gol sérvio antes de ser afastada por um defensor adversário. A arbitragem não validou o lance e o português deu um "chilique" em campo.

Mais artigos abaixo

Revoltado com a decisão e após ser penalizado com cartão amarelo, o craque português deixou o campo antes mesmo do apito final e atirou a braçadeira de capitão no chão no caminho para o vestiário.

Mesmo com tal atitude, Cristiano Ronaldo voltou a ser o capitão de Portugal contra Luxemburgo, como já havia adiantado o treinador Fernando Santos ao ser perguntado se o craque seria penalizado.

Depois seleção portuguesa encerrou sua participação nesta Data Fifa com duas vitórias (1 a 0 contra Azerbaijão e 3 a 1 contra Luxemburgo), além da igualdade por dois gols contra a Sérvia.