Cristiano Ronaldo será capitão de Portugal até o fim - mesmo com "chilique"

Última atualização
Getty/Goal

Fernando Santos, treinador da seleção portuguesa, insistiu que Cristiano Ronaldo continuará sendo o capitão de Portugal "para sempre", apesar de sua explosão de raiva contra a Sérvia no último sábado (27).

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Cristiano Ronaldo jogou a braçadeira de capitão no chão e disparou para o vestiário antes do final do empate por 2 a 2 contra os sérvios. O motivo do "chilique" do craque cinco vezes melhor do mundo foi a anulação do que seria o gol da vitória de sua seleção no último minuto da partida. A bola ultrapassou totalmente a linha do gol, mas o tento não foi validado.

O atacante de 36 anos foi criticado por dar um mau exemplo nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, mas Santos insiste que ele não será punido por suas ações. Em entrevista coletiva, o treinador explicou sua decisão.

"Vai manter a braçadeira. Todos sabem que o Cristiano é um exemplo nacional, de trabalho, no treino. Se o Cristiano tivesse ofendido o treinador, os colegas ou a federação, aí, sim, teríamos de pensar. Mas não aconteceu nada disso. Foi um momento de grande frustração, que poderia ter acontecido comigo, tendo em conta as coisas que eu disse ao quarto árbitro", disse Fernando Santos.

Cristiano Ronaldo Portugal Serbia Cristiano Ronaldo joga a braçadeira no chão | Foto: Getty

"É um momento de grande frustração, por parte de alguém que quer dar tudo pela seleção, que vê a bola entrar na baliza e não é gol. Poderia ter acontecido a qualquer um. Não se põe causa o estatuto de capitão", completou.

No Grupo A das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2022, o selecionado português ocupa a segunda colocação, empatado em pontos com a Sérvia (ambos com quatro). Adversário de Portugal nesta terça-feira (30), Luxemburgo vem logo na sequência com três pontos. Completam o chaveamento Arzebaijão e Irlanda, que não pontuaram ainda na disputa.