Bayern atropela o Mainz, na tímida estreia de Coutinho como titular

Coutinho Bayern Bundesliga 31 08 2019
Getty Images
O brasileiro não participou diretamente dos gols e foi substituído por Thomas Müller, que deixou a Allianz Arena como um dos destaques

O Bayern continuou com a tradição de fazer gato e sapato do Mainz. Neste sábado (31), em duelo válido pela terceira rodada da Bundesliga alemã, os Bávaros venceram por 6 a 1, de virada. Somando o placar dos últimos cinco encontros entre as equipes, os gigantes de Munique contabilizam um agregado de 20 a 2. Nenhum clube da primeira divisão alemã sofreu tantas derrotas (20) ou sofreu mais gols (76) para a equipe da Baviera.

Acompanhe o melhor do futebol ao vivo ou quando quiser: assine o DAZN e ganhe um mês grátis para experimentar

Boëtius abriu o placar para os visitantes logo aos seis minutos e a equipe de Niko Kovac encontrava dificuldades no primeiro tempo até que, aos 36’, o lateral Benjamin Pavard aproveitou passe de Perisic para, dentro da pequena área, completar para o fundo das redes. Pouco antes do intervalo, Alaba virou com um golaço de falta. O segundo tempo foi um show à parte: Perisic fez o terceiro, Coman aumentou e Lewandowski voltou a demonstrar a sua excelente fase: no primeiro jogo após prorrogar o seu contrato, o polonês chegou a seis gols em três partidas, aproveitando passe de Thomas Müller, que também serviu Alphonso Davies no sexto tento.

Coutinho faz estreia tímida como titular

Bayern München Mainz 05 Philippe Coutinho (Foto: Getty Images)

Müller, aliás, ajuda a explicar um pouco como foi a estreia de Philippe Coutinho entre os titulares da equipe alemã. O brasileiro, que chegou emprestado pelo Barcelona, já havia saído do banco de reservas nos 3 a 0 sobre o Schalke, uma rodada antes, e voltou a ter uma atuação tímida, diante das expectativas sempre grandes que cercam um atleta com tamanho talento.

Atuando centralizado no 4-2-3-1, assim como fez na campanha do título brasileiro na Copa América 2019, Coutinho não foi uma figura central na criação das jogadas e sequer arriscou uma finalização. Tímido, não participou diretamente de nenhum dos seis tentos anotados pelos Bávaros: sua participação mais efetiva foi um bom passe para Lewandowski, na jogada que prosseguiria com outras ações até Perisic fazer o terceiro tento. O croata, outro dos novos rostos neste Bayern em construção, atuou pela ponta-esquerda, local onde Philippe melhor rendeu ao longo de sua carreira.

Com menos tempo de jogo, Thomas Müller entrou no lugar de Philippe Coutinho e conduziu a criação do Bayern: criou três oportunidades, duas delas terminando em assistências para gols e deixou a Allianz Arena como um dos melhores em campo. Coutinho, que demonstrou felicidade pelo resultado e esteve junto de seus companheiros no tradicional agradecimento aos torcedores, contudo, ainda parece ser o jogador que estava no Barcelona e seleção brasileira: habilidoso, profissional... mas tímido demais nas ações em que mais se espera dele.

Neuer Coutinho Bayern Bundesliga 31 08 2019 (Foto: Getty Images)

O Bayern volta a campo em 14 de setembro, quando viaja para enfrentar o RB Leipzig.

Fechar