Atlético-MG demite Levir Culpi após derrota na Libertadores

Comentários()
Bruno Cantini/Atlético-MG
Goleada sofrida diante do Cerro Porteño deixou o Atlético-MG em situação muito difícil para avançar na Copa Libertadores

O Atlético-MG demitiu nesta quinta-feira o técnico Levir Culpi após reunião na sede do clube, em Belo Horizonte. "Fui chamado pelo presidente e a partir de hoje não sou mais o técnico do Atlético. Foi um comunicado oficial. Saio com um sentimento ruim, de derrota", disse o treinador à TV Globo ao sair do encontro com o presidente Sérgio Sette Câmara.

A campanha na Copa Libertadores causou a demissão de Levir. Na última quarta-feira, o Atlético-MG foi goleado por 4 a 1 pelo Cerro Porteño, no Paraguai, e ficou em situação muito complicada no grupo E.

A equipe alvinegra está na terceira colocação do grupo com apenas três pontos. O Cerro, com 12, já está classificado. O Nacional é o segundo colocado e tem nove pontos. Assim, para avançar, o Atlético precisa vencer os dois jogos que restam, torcer para o Cerro bater o Nacional e ainda superar os uruguaios no saldo de gols.

Já no Campeonato Mineiro, o Atlético-MG está na final diante do arquirrival Cruzeiro. O primeiro duelo entre as equipes acontece às 16h (de Brasília) deste domingo, no estádio do Mineirão.

Levir Culpi, de 66 anos, encerra sua quinta passagem pelo Atlético. Desde sua chegada, em outubro de 2018, ele obteve 18 vitórias, cinco empates e oito derrotas.

No total das cinco passagens, Levir Culpi acumula 320 partidas à frente do time atleticano, com 172 vitórias, 66 empates e 82 derrotas.

Também nesta quinta-feira, pela manhã, o Atlético também anunciou Rui Costa como novo diretor de futebol. Ele trabalhou anteriomente em Grêmio, Chapecoense e Athletico Paranaense. Marques, que ocupava o posto, passa a ser gerente de futebol atleticano.

Fechar