Notícias Placares ao vivo
Argentina

Argentina se encontra e "fecha grupo" com Scaloni para pós-Copa América

07:00 BRT 08/07/2019
Jogadores da Argentina comemoram gol diante do Chile, na Arena Corinthians
Seleção de Messi e cia terminou o torneio com a terceira colocação e empolgada com o futuro

O terceiro lugar na Copa América de 2019 significa a manutenção do jejum de títulos que a Argentina vive desde 1993. Entretanto, diferente de derrotas duras como nas finais de 2015 e 2015 do torneio continental, a seleção albiceleste se despediu da competição realizada no Brasil com um saldo positivo. 

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste o serviço por um mês grátis!

A equipe do treinador Lionel Scaloni fez primeira fase irregular em que venceu apenas uma partida, mas desabrochou no mata-mata. Os argentinos foram os únicos a avançarem pelas quartas de final sem passar pelos pênaltis ao fazerem 2 a 0 na Venezuela. Na semi, mesmo eliminados pelo Brasil demonstraram bom futebol e saíram reclamando da arbitragem.

(Foto: Getty Images)

No último sábado, os argentinos superaram o Chile na disputa pelo terceiro lugar em jogo marcado por expulsão de Lionel Messi. Ao deixar a Arena Corinthians, jogadores e comissão técnica tinham um discurso afinado de união pensando no futuro da equipe.

"[A Copa América] foi um teste difícil, mas fizemos as coisas com uma enorme humildade e amor próprio. Desde o dia em que comecei como treinador aqui disse que eu não seria nada sem eles [jogadores] e eles responderam. É uma sensação linda porque o vestiário está unido, está junto, e um treinador não precisa de mais nada", afirmou Scaloni.

O técnico que era interino até pouco tempo vive com o fantasma de outros treinadores, em especial Ricardo Gareca, mas, se depender dos atletas, vai continuar no cargo. 

O atacante Paulo Dybala seguiu a linha e se demonstrou animado com o que a equipe pode realizar. "Formamos um belo grupo. Todos têm respeito um pelo outro. Estou feliz pelo que fizemos e podemos fazer mais", disse.

Capitão e maior estrela, Messi publicou nas redes sociais texto para exaltar o grupo que ficou com a terceira colocação, seguindo tendência de sua nova versão mais "humana". 

"Deixamos esta Copa com uma vitória, mas sobretudo com a cabeça erguida e a sensação de que o futebol não foi justo conosco. Pelo o que jogamos e porque fomos superiores ao Brasil, merecíamos jogar a final. Mas é preciso enxergar adiante com otimismo, porque há um futuro e uma base muito boa nesta seleção, e só precisamos dar tempo ao tempo", escreveu o camisa 10.

A Argentina terá já em 2020 nova chance de encerrar sua sina de não levantar taças em mais uma edição de Copa América, que ocorrerá entre o país de Diego Maradona e a Colômbia. Antes disso, em março, começam as eliminatórias para a Copa do Mundo do Qatar. São as duas oportunidades para o grupo de Scaloni provar que tem condições de seguir sólido e entregar um resultado 100% bem sucedido.