A estranha coletiva no Barcelona: Koeman lê nota, não ouve perguntas e vai embora

Última atualização
Captura de pantalla

Ronald Koeman, na coletiva pré-jogo entre Barcelona e Cadiz, que ocorre amanhã (23), às 17h (de Brasília), entrou na sala de imprensa, leu uma nota e saiu sem responder a nenhuma pergunta dos jornalistas.

O comunicado do técnico holandês pedia paciência por parte da torcida, pois o clube está em processo de reconstrução e não há possibilidade de grandes contratações no momento.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Veja o comunicado completo abaixo:

“Bom dia a todos, o clube está comigo em situação de reconstrução. A situação financeira do clube está ligada às atuações esportivas e vice-versa, isso significa que temos que reconstruir o plantel sem podermos fazer grandes investimentos. O futebol precisa de tempo, os jovens podem se tornar ótimos em dois anos. O bom é que os jovens poderão ter oportunidades como Xavi e Iniesta tiveram. Porém, é necessário paciência. O futebol europeu é uma boa escola para esses talentos. Na Champions League, não se pode esperar milagres. A derrota contra o Bayern de Munique na semana passada tem que ser nessa perspectiva. O processo em que se encontra o nosso plantel precisa de apoio, em palavras e atos. Sei que a imprensa reconhece esse processo, não é a primeira vez que isso acontece na história do FC Barcelona. Contamos com o seu apoio nestes tempos difíceis, nós como plantel e jogadores estamos muito contentes com o apoio que recebemos dos torcedores no jogo contra o Granada. Vida longa ao Barça, e obrigado pela presença ”.

Com a nota, o torcedor e a própria imprensa criam mais dúvidas sobre o andamento das partidas do técnico holandês ao comando do elenco, que foi derrotado por 3 a 0 para o Bayern no Camp Nou, além de ter ficado apenas no empate por 1 a 1 contra o Granada, pela última rodada do Campeonato Espanhol.

Ainda, segundo apuração da Goal, o comunicado foi uma estratégia de Koeman. O departamento de comunicação do clube não tinha conhecimento do ato do técnico e há um certo desconforto com relação a essa situação.