Van Dijk, Aguero e Hazard: a seleção da década da Premier League; veja os 11

Comentários()
Getty
Muitas estrelas jogaram na Premier League nos últimos 10 anos, mas quem realmente merece estar na seleção da Goal?

Com a década se aproximando do final, a Goal selecionou os 11 melhores jogadores que estiveram na Premier League neste período.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste o serviço por um mês grátis!

A seleção ficou a critério dos jornalistas Peter Staunton, Neil Jones e Jonathan Smith, que escolheram por posição quem mais teve destaque nos gramados ingleses nos últimos 10 anos.

  1. Goleiro: David de Gea

    Cinco vezes selecionado para o time do ano da Premier League, quatro vezes vencedor do prêmio de melhor jogador do Manchester United e uma aparição na seleção do ano da Fifa. De Gea tem sido um dos goleiros do mais condecorados no mundo todo desde que chegou ao Old Trafford.

    Ele já conquistou todos os torneios nacionais na Inglaterra, incluindo a Premier League de 2013, e pela sua consistência, venceu Petr Cech na vaga de goleiro da seleção da Goal.

  2. Getty Images

    Lateral Direito: Pablo Zabaleta

    Contratado um dia antes do grupo Abu Dhabi United assumir o controle do Manchester City, Zabaleta se tornou uma das principais figuras do time e um dos jogadores mais queridos pela torcida nesta década.

    Na loucura do título de 2012, é fácil lembrar do gol de Agüero nos segundos finais. Mas quem marcou o primeiro gol do City naquela partida foi Zabaleta. Incansável, combativo e sempre comprometido com o time, o lateral ganhou duas Premier Leagues com os citizens antes de partir para o West Ham.

    Zabaleta foi o escolhido, deixando de fora Kyle Walker, contratado junto ao Tottenham para substituir o argentino.

  3. Getty Images

    Zagueiro: Vincent Kompany

    Do momento que ele chegou ao momento que deixou o clube, Kompany era unanimidade entre os torcedores do Manchester City que sempre o amaram.

    Ele, em diversos modos, se tornou o verdadeiro líder e capitão do City, dentro e fora das quatro linhas. Ele venceu quatro vezes a Premier League com três diferentes técnicos e foi o defensor que Pep Guardiola mais precisava.

    Três vezes eleito para seleção do ano da Premier League e uma vez vencedor de melhor jogador da temporada, não há dúvidas sobre o impacto de Kompany. Inclusive, foi dele o gol que praticamente selou o título do City na última temporada, em seu último jogo no Etihad Stadium.

  4. (C)Getty Images

    Zagueiro: Virgil van Dijk

    Dificilmente uma contratação terá tanto impacto em time quanto Van Dijk causou quando chegou ao Liverpool. Peça que faltava ao time de Klopp, ele liderou os Reds na conquista da sexta Champions League da história do time e caminha para se tornar um dos principais zagueiros da Premier League neste século.

    Respeitado por jogadores, treinadores e torcedores de todos os times, ele é hoje o atual jogador do ano tanto da própria Inglaterra quanto da Europa. Falta-lhe somente uma Premier League para coroar de vez essa trajetória.

    Embora não seja um jogador com tantas conquistas na Inglaterra como John Terry, não há dúvidas sobre sua qualidade.

  5. Getty

    Lateral Esquerdo: Cesar Azpilicueta

    Tanto por sua versatilidade quanto por sua consistência, Azpilicueta poderia ser facilmente um nome a se considerar em três posições: nas duas laterais e na zaga.

    Como lateral esquerdo, posição que ele mais atuou na Premier League, venceu o título sob o comando de José Mourinho, que chegou a dizer que gostaria de ter 11 Azpilicuetas no time. Como zagueiro, foi peça chave no título sob o comando de Antonio Conte.

    Eleito por uma vez como jogador do ano do Chelsea, Azpilicueta hoje é o capitão dos Blues.

  6. Getty Images

    Meio-Campista: Yaya Touré

    A negociação entre Barcelona e Manchester City por Touré foi determinante para mostrar que jogadores talentosos poderiam ir para times emergentes e ainda assim serem campeões em alto nível.

    Ele se tornou um dos pilares de dois títulos do City e venceu outro sendo um jogador muito participativo no time comandado por Pep Guardiola.

    Touré começou uma era de domínio dos citizens, marcando 20 gols de fora da área na temporada 2013-14. Ele foi duas vezes eleito para o time do ano da Premier League e venceu o prêmio de jogador africano do ano em duas oportunidades, além de ser nomeado como melhor jogador do ano do City em 2014.

    Ele entra seleção e deixa de fora um ex-companheiro, Kevin de Bruyne.

  7. Getty Images

    Meio-Campista: N’Golo Kanté

    Não há dúvidas de que Kanté foi uma das maiores contratações da história do Leicester, em 2015, quando os Foxes pagaram apenas 5 milhões de euros.

    O efeito positivo que ele causou no Leicester foi um dos mais significativos, que culminou na campanha histórica - e improvável - do título daquela temporada. Seu impacto foi tamanho que um ano depois já foi comprado pelo Chelsea, pouco antes de ter vencido a Copa do Mundo com a França, como titular.

    Kanté foi o jogador da temporada 2017 da Premier League e o jogador do ano no mesmo ano eleito pelos jogadores, duas vezes eleito para o time ideal da Premier League e uma vez para a seleção do ano da Fifa. Em cinco anos, Kanté conquistou seu lugar como um dos grandes jogadores da história do futebol inglês.

    Fernandinho poderia estar na lista, mas Kanté assegurou o seu lugar nesta seleção.

  8. Getty Images

    Meio-Campista: David Silva

    Possivelmente estamos falando do melhor jogador da história da Premier League e o grande arquiteto dos quatro títulos do Manchester City. David Silva fez de tudo pelo futebol inglês, ganhando aplausos por seu talento, astúcia e criatividade com a bola - e sem ela.

    Parte fundamental do melhor time da história da Premier League, Silva é o jogador favorito de todos os treinadores que o dirigiram no City.

    Eleito duas vezes para a seleção ideal da Premier League e uma vez o melhor jogador do ano do City, David Silva nunca recebeu tantos prêmios individuais quanto merecia

  9. Getty Images

    Atacante: Raheem Sterling

    Raheem Sterling era parte do Liverpool que deixou escapar o título da Premier League entre os dedos em 2014, mas muitas dúvidas sobre ele surgiram após a sua transferência para o Manchester City, um ano depois. Sterling evoluiu demais e ele está agora perto do auge.

    Superada sua fase de inconsistência na frente do gol, ele tem agora mais de 50 gols na Premier League e tem se encaixado perfeitamente no esquema de Guardiola. Merecidamente, já conquistou dois títulos.

    Atualmente, ele é detentor dos prêmios: melhor jogador do ano da “Football Writers’ Assossiation”; melhor jogador jovem da Premier League e figura entre a seleção ideal do campeonato.

    Ele deixa de fora jogadores mais consagrados como Mohamed Salah e Luis Suárez.

  10. Getty

    Atacante: Sergio Agüero

    Sergio Agüero será lembrado para sempre como o autor do gol do título da primeira Premier League do Manchester City com um dos feitos mais históricos do campeonato, e abriu caminho para outras três conquistas. Mas o argentino é muito mais do que aquele momento mágico em 2012.

    Ele marcou pelo menos 20 gols em seis das oito temporadas completas que ele tem com a camisa do City e também recebeu a honraria de melhor jogador do time por duas temporadas. Também marcou presença nas duas últimas seleções da Premier League.

    Ele elevou o seu futebol a outro patamar sob o comando de Guardiola e será lembrado, um dia, como um dos grandes goleadores que já passou pela liga.

  11. Getty Images

    Atacante: Eden Hazard

    Um dos jogadores mais talentosos individualmente que a Premier League já viu foi Eden Hazard, que passou sete temporadas com o Chelsea até se transferir nesta última janela para o Real Madrid.

    Vencedor de duas edições do torneio, comandado por José Mourinho e Antonio Conte, ele entregou incontáveis momentos de ouros para os torcedores do Chelsea.

    Hazard coleciona premiações individuais: quatro vezes na seleção ideal da Premier League, uma vez no melhor time do ano da Uefa e presente entre os 11 melhores do mundo nas duas últimas temporadas, em prêmio entregue pela Fifa. Em 2015, foi eleito o melhor jogador da Premier League em diversas premiações.

    A liga, com certeza, fica mais pobre sem o talento de Hazard.

  12. Getty

    Menções Honrosas

    Goleiros: Petr Cech e Joe Hart.

    Defensores: John Terry, Leighton Baines, Kyle Walker, David Luiz, Patrice Evra, Rio Ferdinand e Nemanja Vidic.

    Meio-campistas: Fernandinho, Kevin De Bruyne, Michael Carrick, Cesc Fabregas e Gareth Bale.

    Atacantes: Harry Kane, Wayne Rooney, Robin van Persie, Luis Suarez, Mohamed Salah, Romelu Lukaku e Jamie Vardy.