NxGn 2018: os 50 melhores jovens do futebol mundial

Comentários()
Getty/Goal composite
Gianluigi Donnarumma venceu o prêmio em 2017, mas quem estará no topo este ano? Abaixo, Goal lista os grandes jovens talentos nascidos da atualidade!

  1. Getty/Goal Composite

    Yacine Adli

    PSG – França – 29/7/2000 – Meia-atacante

    Uma das estrelas da última Copa do Mundo Sub-17, Yacine Adli é considerada a mais preciosa jóia das categorias de base do Paris Saint-Germain. Embora se assemelhe muito a Adrien Rabiot, por causa de seu físico e jogadas pelo meio, o jogador de 17 anos é um meio-campista muito mais ofensivo. Por isso, Adli tem atraído muito interesse do exterior.

  2. Getty/Goal Composite

    Alanzinho

    Palmeiras – Brasil – 8/3/2000 – Meia-atacante

    O que o pequeno Alan não tem em tamanho, ele compensa em habilidade. O brasileiro é abençoado com um baixo centro de gravidade, pés rápidos e um olhar apurado para o passe. Depois de uma boa participação por seu país na Copa do Mundo Sub-17, ele agora espera cavar seu espaço no Palmeiras. No entanto, o Real Madrid já está acompanhando de perto seu desenvolvimento.

  3. Getty/Goal Composite

    Ethan Ampadu

    Chelsea – Gales – 14/9/2000 – Zagueiro

    Com apenas 17 anos, Ethan Ampadu joga com uma maturidade e calma que desmentem a sua tenra idade, razão pela qual tanto Chelsea quanto País de Gales já tenham anteciparam sua estreia profissional. Contratado junto ao Exeter City, de sua cidade natal, Ampadu nem perdeu tempo para deixar uma grande impressão em Stamford Bridge, começando várias vezes nas competições de copa e, dada a sua habilidade de jogar no meio-campo e de defesa, ele agora é considerado como o novo David Luiz.

  4. Getty/Goal Composite

    Mirko Antoniucci

    Roma - Itália – 11/3/1999 – Ponta

    Graças ao trabalho duro de Bruno Conti, a Roma venceu a rival Inter para fechar a contratação de Mirko Antonucci, e o clube da capital está agora colhendo os dividendos. Um ponta tradicional, que é quase imbatível no um contra um, Antonucci já é adorado pelos torcedores dos Giallorossi, com direito a uma estreia com um passe para gol diante da Sampdoria.

  5. Getty/Goal Composite

    Jann-Fiete Arp

    Hamburgo – Alemanha – 6/1/2000 – Atacante

    Depois de alguns anos difíceis, a Alemanha está mais uma vez produzindo um clássico número 9 - o diferente Timo Werner -, e agora, recém-saído da base, está Jann-Fiete Arp, outro definidor de nascença. A jovem estrela de Hamburgo não é apenas um predador puro na pequena área, como também possui as habilidades técnicas necessárias para um atacante moderno de mobilidade, o que torna o jogador de 18 anos um pesadelo para os defensores.

  6. Getty/Goal Composite

    Ezequiel Barco

    Atlanta United – Argentina – 29/3/1999 – Meia-atacante

    Ezequiel Barco é baixinho, mas seu potencial é imenso. Não é por menos que o Atlanta United desembolsou 13 milhões de euros para trazê-lo aos Estados Unidos. Pode parecer dinheiro demais por um jogador de 18 anos, mas foi muito graças e ele que o Independiente venceu, com méritos, a Copa Sul-Americana de 2017. Um armador de origem, mas igualmente efetivo pelas pontas, Barco dribla com técnica e velocidade, o que deve fazer dele um dos grandes jogadores dessa temporada na MLS.

  7. Getty/Goal Composite

    Brenner

    São Paulo – Brasil– 16/1/2000 – Atacante

    Parece questão de tempo até que algum grande da Europa pague a multa de 50 milhões de euros para tirar Brenner do São Paulo. Com 18 anos completados em janeiro, o veloz, habilidoso e técnico segundo atacante já balançou as redes no Brasileirão, no Campeonato Paulista e na Copa do Brasil, além de ter marcado três gols pelo Brasil Sub-17 na última Copa do Mundo da categoria.

  8. Goal/Getty Composite

    Rhian Brewster

    Liverpool – Inglaterra – 1/4/2000 – Atacante

    Rhian Brewster está enfrentando um longo período de molho após torcer o tornozelo e sofrer danos nos ligamentos do joelho desde janeiro, mas o jogador de 17 anos ainda tem tempo para fazer valer sua fama como um dos talentos mais empolgantes do futebol inglês. No Liverpool desde os 14 anos, Brewster já disputou amistosos pelo time principal Reds e foi decisivo para a conquista do Mundial Sub-17 no último ano, com oito gols marcados pelo English Team.

  9. Getty/Goal Composite

    Tahith Chong

    Manchester United – Holanda – 4/12/1999 - Ponta

    Tahith Chong não é o atacante de lado tradicional. Tudo, o prata da casa do Feyenoord tem um futebol semelhante ao do compatriota Arjen Robben, de velocidade, agilidade e de investidas na diagonal desde o lado direito. Mas Chong corre o campo todo, e faz tudo isso medindo 1,85m. É fácil entender o porquê do garoto natural de Curaçao impressionou José Mourinho com suas atuações no Sub-23 do United nessa temporada, e está cada dia mais perto de subir aos profissionais.

  10. Getty/Goal Composite

    Facundo Colidio

    Inter – Argentina – 4/1/2000 – Atacante

    A Inter precisou desembolsar 7 milhões de euros para supera a concorrência de Juventus e Manchester City por Facundo Colidio, mas o investimento parece estar dando muito certo. Na Supercoppa Primavera, em janeiro, ele anotou dois gols na vitória sobre a Roma. Embora as comparações ao outro astro argentino dos Nerazzurri, Mauro Icardi, seja inevitável, Colidio está mais para um Gonzalo Higuaín, por sua movimentação e participação na criação de jogadas.

  11. Getty/Goal Composite

    Diogo Dalot

    Porto – Portugal – 18/3/1999 – Lateral

    Miguel Layún, defensor do Porto atualmente emprestado ao Sevilla, não tem dúvidas sobre o quão longe Diogo Dalot pode chegar no futebol. “Ele pode se tornar o melhor lateral do mundo”, declarou o mexicano. Isso ainda está sob discussão, mas o incrível potencial do português de 19 anos está aí para ser visto, começando pela vitória dos lusos na Eurocopa Sub-17, em 2016, e passando por sua promoção ao time principal do Porto nessa temporada: foram duas assistências em sua estreia como profissional diante do Portimonense.

  12. Getty/Goal Composite

    Brahim Díaz

    Manchester City – Espanha – 3/8/1999 – Meia-atacante

    A chegada de Pep Guardiola ao Manchester City só poderia render bons frutos a Brahim Díaz, um alvo antigo do técnico catalão desde os tempos de Barcelona. Agora, a única preocupação de Pep é tentar proteger o espanhol da seleção sub-21 dos defensores mais ‘duros’ da Premier League, além de manter o Real Madrid longe da jóia de 18 anos.

  13. Getty/Goal Composite

    Umaro Embaló

    Benfica – Portugal – 6/5/2001 – Ponta-esquerda

    Com apenas 16 anos, Umaro Embaló é um dos jogadores mais cobiçados da Europa, a ponto de o RB Leipzig estar disposto a pagar 20 milhões de euros (cerca de R$ 82,5 milhões) pelo ponta na última janela de transferências. É fácil entender o motivo de tanto interesse nele, considerando a agilidade em conjunto a um pé esquerdo incrível, que faz as comparações com Ángel Di María se tornarem mais frequentes.

  14. Getty/Goal Composite

    Willem Geubbels

    Lyon – França – 16/8/2001 – Ponta-esquerda

    A decisão de Willem Geubells de recusar um novo contrato com o Lyon parece ter despertado o interesse de diversos clubes para a próxima janela de transferências. O presidente do clube, Jean-Michel Aulas, pede 70 milhões de euros (cerca de R$ 289 milhões) pelo ponta-esquerda de futebol elegante, e agilidade impressionante. É difícil imaginar que uma oferta desse nível chegue, levando em consideração que o vínculo de Geubells com o Lyon se encerra em 2019, e o Monaco é o único que demonstrou interesse real até o momento, apesar dos rumores do mercado.

  15. Goal/Getty Composite

    Ángel Gomes

    Manchester United – Inglaterra – 31/8/2000 – Meia-atacante

    Ex-Devils, Nani não temeu a possibilidade de estar equivocado e já exaltou Angel Gomes como a “nova estrela” do Manchester United. Isso vem sendo notado aos poucos, como quando o jogador fez suaa estreia pelos profissionais, em maio do ano passado, com apenas 16 anos. Ele se tornou o mais jovem a disputar uma partida pelos Diabos Vermelhos desde Duncan Edwards, um dos jogadores lendários da equipe na época de 1950. Gomes assinou o primeiro contrato profissional com o time em dezembro, um mês depois de marcar duas vezes pela Inglaterra na conquista da Inglaterra na Copa do Mundo Sub-17.

  16. Getty/Goal Composite

    Sergio Gómez

    Borussia Dortmund – Espanha – 4/9/2000 – Meia-atacante

    O Barcelona ficou em apuros ao saber da decisão de Sergio Gómez em se juntar ao Borussia Dortmund em janeiro desse ano, após seu bom desempenho na Copa do Mundo Sub-17, dois meses antes. Um camisa 10 versátil, Gómez pode jogar pelas pontas e é ágil com e sem a bola e dono de uma técnica sublime. Essa espécie de 'sucessor espiritual' de Andrés Iniesta fez os Amarelos pagarem os 3 milhões de euros (cerca de R$ 13,6 milhões) de sua cláusula de rescisão.

  17. Getty/Goal Composite

    Amine Gouiri

    Lyon – França – 16/2/2000 – Atacante

    Depois de receber uma boa quantia de dinheiro com as vendas de Karim Benzema e Alexandre Lacazette, o Lyon acredita que não vai demorar para chegar as ofertas por mais uma revelação do setor ofensivo, Amine Gouiri. O jogador, artilheiro do Europeu Sub-17 do ano passado, na Croácia, já estreou pelos profissionais da equipe francesa na Ligue 1 e na Europa League, causando boa impressão nos olheiros ao redor do continente por sua mobilidade, movimentação e técnica.

  18. Getty/Goal Composite

    Kai Havertz

    Bayer Leverkusen – Alemanha – 11/6/1999 – Meia-atacante

    Kai Havertz tem apenas 18 anos, mas já um jogador que aparece com regularidade no time titular do Bayer Leverkusen, com mais de 50 jogos pelo clube apesar da pouca idade. Por sua técnica, visão de jogo, versatilidade e altura (1,88 m), o meia-atacante alemão tem sido descrito como uma mistura de Mesut Özil e Michael Ballack. O Liverpool tem observado o atleta.

  19. Getty/Goal Composite

    Juan Camilo Hernández

    Huesca (emprestado pelo Watford) – Colômbia – 22/4/1999 – Atacante

    Juan Camilo Hernández ainda não fez nenhum jogo pelo clube detentor de seus direitos (Watford), mas já tem causado grande impacto na segunda divisão espanhola pelo Huesca, com mais de 10 gols nessa temporada. Um típico camisa 9, que também se sente confortável na ponta, “Cucho” tem sido comparado a Alexis Sánchez por sua velocidade, imprevisibilidade, força e dinamismo.

  20. Getty/Goal Composite

    Alexander Isak

    Borussia Dortmund – Suécia – 21/9/1999 – Atacante

    Alexander Isak ainda não entregou o que se esperava após sua badalada transferência ao Dortmund, concluída em janeiro. Com apenas 18 anos, ele revela ter um grande potencial, inclusive já tendo sido chamado à seleção principal da Suécia. Em sua primeira temporada na equipe de Dortmund, ele mais observou Aubameyang do que jogou. Parece ser apenas questão de tempo até ele engrenar participações mais frequentes no aurinegro.

  21. Getty/Goal Composite

    Moise Kean

    Verona (emprestado pela Juventus) – Itália – 28/2/2000 – Atacante

    Moise Kean demorou um tempo para se adaptar ao jogo do Verona, que luta contra o rebaixamento na Serie A. Todavia, ele já tem surgido como uma das maiores esperanças do clube para sair dessa incômoda posição: os dois gols na vitória por 4 a 1 contra a Fiorentina mostram bem isso. A Juventus deve estar feliz ao ver como o seu atleta, de apenas 18 anos, tem evoluído ao longo do último ano.

  22. Getty/Goal Composite

    Tafekusa Kubo

    FC Tokyo – Japão – 4/6/2001 – Meia-atacante

    Tafekusa Kubo tem o rosto e o físico de uma criança - o que não é surpreendente, levando em consideração que tem apenas 16 anos. Todavia, ele joga e lê o jogo como um veterano. Seu grande talento tem sido óbvio por vários anos. O Barcelona assinou contrato com ele em 2011, mas teve que liberá-lo após descobertas de que o clube teria quebrado regras de transferências de jogadores sub-18. É apenas uma questão de tempo até o meia-atacante voltar ao Velho Continente mas, enquanto isso, ele vai fazendo história em sua terra: Kubo já se tornou o jogador mais jovem a jogar e marcar na J.League.

  23. Getty/Goal Composite

    Alban Lafont

    Toulouse – França – 23/1/1999 – Goleiro

    O mais notável sobre Alban Lafont, o camisa 1 do Toulouse, é que ele está conseguindo viver com todo o “estrelismo” que o cercou desde que ele se tornou o mais novo goleiro a disputar a Ligue 1, em 2015, aos 16 anos e 310 dias de idade. Agora é apenas uma questão de tempo até que o goleiro do Sub-20, nascido em Burkina Faso, seja contratado por um dos principais clubes da Europa - como o Arsenal, que está torcendo para que Lafont seja um torcedor dos Gunners e decida a corrida por sua assinatura ao seu favor.

  24. Getty/Goal Composite

    Diego Laínez

    Club América – México – 9/7/2000 – Ponta esquerda

    Vestindo o número 10 e com uma 'varinha mágica' no pé esquerdo, era inevitável que Diego Laínez fosse apelidado de "Messi mexicano" no momento em que ele fez sua estréia pelo América do México, com apenas 16 anos de idade. Felizmente, o treinador Miguel Herrera usou o ponta ofensivo com moderação para aliviar a pressão sobre os ombros do jovem, mas Laínez já atraiu a atenção dos clubes europeus com a sua agilidade nos pés que lhe permite acertar o gol com facilidade.

  25. Getty/Goal Composite

    Rafael Leão

    Sporting CP – Portugal – 10/6/1999 – Atacante

    A mais recente jóia revelada pela renomada categoria de base do Sporting é Rafael Leão, um atacante de força, inteligência e habilidade, com uma incrível capacidade de decidir partidas. Aos 18 anos, ele já marcou seu primeiro gol como profissional, apenas na sua terceira partida na Primeira Liga. Não é por menos que, agora, o Sporting tenta aumentar a cláusula rescisória do jogador dos 45 milhões atuais para 100 milhões de euros, na esprança de afastar e dificultar o interesse de outros clubes.

  26. Getty/Goal Composite

    Lincoln

    Flamengo – Brasil – 16/12/2000 – Atacante

    Lincoln e Vinícius Júnior são inseparáveis ​​desde que iniciaram suas carreiras nas categorias de base do Flamengo, e o brasileiro seguirá os passos de seu parceiro de ataque trocando o Brasil pela Europa, mais cedo ou mais tarde. Lincoln marcou nos três jogos da fase de grupos do Brasil na Copa do Mundo Sub-17, mas, além de artilheiro, é um jogador altruísta que possui grande admiração dos que o cercam.

  27. Goal/Getty Composite

    Myziane Maolida

    Lyon – França – 14/2/1999 – Atacante

    O atacante Alexandre Lacazette disse certa vez sobre Myziane Maolida: “Ele é um pouco parecido comigo, mas tem mais qualidade do que eu tinha na mesma idade dele!” O jogador de 19 anos é, sem dúvidas, um talento prodígio. Ele é rápido e tecnicamente forte, pode jogar tanto mais à frente frente quanto pelos lados e tem apresentado boas atuações nesta temporada no Lyon. Virou alvo de holofotes na Europa, destacando o quão bem ele é avaliado pelo seu técnico, Bruno Genésio.

  28. Getty/Goal Composite

    Gonzalo Maroni

    Boca Juniors – Argentina – 18/3/1999 – Meia-atacante

    Gonzalo Maroni tem todas as chances de seguir os passos de seu ídolo e colega, o argentino Paulo Dybala. Contratado pelo Boca Juniors em 2016, o meia-atacante ainda não conseguiu assegurar a posição de titular em La Bombonera – a formação 4-4-3, usada pelo técnico Barros Achelotto, não coopera com o estilo de jogo do atleta, mas mesmo assim ele já provocou comparações com Pablo Aimar, por conta de seu estilo elegante e visão de jogo apurada.

  29. Getty/Goal Composite

    Jordi Mboula

    Monaco – Espanha – 16/3/1999 – Atacante

    As categorias de base do Barcelona sofreram outro grande golpe quando Jordi Mboula deixou o clube em direção a Monte Carlo, no verão passado, quando o Monaco banco os 3 milhões de euros previstos em sua cláusula rescisória. Mboula ainda não conseguiu entrar para o time titular de Leonardo Jardim, mas não deve demorar a vingar graças a seu excelente drible e velocidade, além da competência na frente do gol. Eleito o melhor jogador da UEFA Champions League de juniores, em 2016/17, não será surpresa quando ele levar seu futebol aos profissionais.

  30. Getty/Goal Composite

    Mason Mount

    Vitesse (emprestado pelo Chelsea) - Inglaterra - 01/10/1999 - Meia-atacante

    Uma das maiores histórias de sucesso da base do Chelsea, Mason Mount está se aperfeiçoando no Vietesse com o seu faro de artilheiro. Apesar de ser usado principalmente como meio-campista na Holanda, Mount é camisa 10 tradicional, e foi na sua posição preferida que ele ajudou os ingleses na conquista do Campeonato Europeu Sub-19, no verão passado, graças a suas exibições brilhantes. Faturou o prêmio de melhor jogador do torneio.

  31. Goal/Getty Composite

    Reiss Nelson

    Arsenal – Inglaterra – 10/12/1999 – Ponta

    Os dirigentes do Arsenal estão desesperados para convencer Reiss Nelson a assinar um contrato de renovação, já que o atual está para expirar em 2019. Um jogador de lado com habilidades de drible impressionantes, o jovem de 19 anos já entrou no time titular de Arsène Wenger, impressionando no jogo contra o Chelsea no início da temporada, antes de fazer suas primeiras aparições na Europa League, Copa da Liga, Copa da Inglaterra e, finalmente, na Premier League, em janeiro.

  32. Getty/Goal Composite

    Eddie Nketiah

    Arsenal – Inglaterra – 30/5/1999 – Atacante

    Revelado pelo Chelsea em 2015, a perda dos Blues virou ganho para o Arsenal. De fato, Eddie Nketiah já provou ter se acertado com os torcedores dos Gunners, depois de marcar em um duelo decisivo na Copa da Liga contra o Norwich, em novembro, com seu primeiro gol pelo clube saindo logo aos 15 segundos após deixar o banco de reservas. O jogador de 18 anos já foi aconselhado a buscar feitos ainda maiores por seu ídolo, Thierry Henry, a lenda do Arsenal.

  33. Getty/Goal Composite

    Paulinho

    Vasco da Gama – Brasil – 15/7/2000 – Ponta

    Jogador mais empolgante a sair das categorias de base do Vasco desde Philippe Coutinho, Paulinho já é um jogador regular no time profissional mesmo sendo o mais novo do elenco, após fazer sua estreia profissional apenas dois dias antes de completar 17 anos. Paulinho joga principalmente pelo lado direito, mas ele é tão efetivo como um armador ou como segundo atacante. Ele também leva jeito para marcar gols importantes, tendo marcado nas vitórias do Brasil pela Copa do Mundo Sub-17, contra a Espanha e a Alemanha, no ano passado.

  34. Getty/Goal Composite

    Pietro Pellegri

    Monaco – Itália – 17/3/2001 – Atacante

    Em janeiro, o Monaco chocou muita gente ao pagar 25 milhões de euros (cerca de R$180 milhões) por Pietro Pellegri, que só completou 17 anos no começo deste mês. Entretanto, estamos falando do jogador mais jovem a estrear na história da Série A. O atacante, em seguida, superou Silvio Piola como o mais jovem jogador a marcar dois gols no mesmo jogo da primeira divisão, contra a Lazio, em setembro. Grandes conquistas são esperadas para o jogador italiano, que foi comparado a seu ídolo, o sueco Zlatan Ibrahimovic.

  35. Getty/Goal Composite

    Maximiliano Romero

    PSV Eindhoven – Argentina – 9/1/1999 – Atacante

    Uma grave lesão no joelho, em 2015, pode até ter prejudicado uma possível transferência para o Arsenal, mas Maximiliano Romero se recuperou melhor do que antes, jogando em alto nível pelo Vélez Sarsfield até  PSV a pagar 8 milhões de euros (cerca de R$ 35 milhões) por seus serviços, em janeiro. Um centroavante de força, com excelência em bolas aéreas, o argentino tem tudo que é necessário para causar um grande impacto no Eredivisie - a Liga Holandesa -  quando finalmente chegar à Eindhoven, no meio de 2018.

  36. Goal/Getty Composite

    Abel Ruíz

    Barcelona B – Espanha – 28/1/2000 – Atacante

    Abel Ruíz é tido como o próximo grande camisa 9 da Espanha, e é fácil entender o porquê. Ele se tornou o jogador sub-17 com mais gols em todos os tempos pelo Barcelona B. O atacante ainda não provou ser tão prolífico na segunda divisão espanhola, mas o Barça já está trabalhando na renovação de contrato do jogador, formado na base do Valencia.

  37. Getty/Goal Composite

    Jadon Sancho

    Borussia Dortmund – Inglaterra – 25/3/2000 – Ponta

    Pep Guardiola, técnico do Manchester City, ficou compreensivelmente instatisfeito por perder Jadson Sancho – “um enorme talento” – para o Borussia Dortmund, no último verão. O clube alemão pagou 8 milhões de euros (aproximadamente R$ 32 milhões), e o garoto ainda busca provar que, mesmo com o baixo valor, será importante para o time aurinegro. O jovem de 18 anos é um dos atacantes mais interessantes que a Inglaterra produziu em alguns anos, tendo sido eleito o melhor jogador da última edição do Campeonato Europeu Sub-17.

  38. Getty/Goal Composite

    Malang Sarr

    Nice – França – 23/1/1999 – Zagueiro

    Malang Sarr teve seus altos e baixos desde que estreou no time titular do Nice, há dois anos. Todavia, isso é esperado para um jogador ainda tão jovem. Ele é comparado a Samuel Umtiti, do Barcelona, por sua força física e pela competência na bola aérea. O francês é bastante versátil, e rápido o suficiente para jogar como lateral esquerdo. Como resultado, os gigantes europeus já começam a monitorar o jogador para a próxima temporada.

  39. Getty/Goal Composite

    Ryan Sessegnon

    Fulham – Inglaterra – 18/5/2000 – Ala/Ponta

    É questão de tempo até Ryan Sessegnon abandonar o Fulham por um gigante inglês. Será necessário, no entanto, uma oferta colossal para tirá-lo de Craven Cottage. O jogador de 17 anos vem fazendo uma incrível temporada na Championship, seja como lateral ou como ponta. Por sua velocidade, técnica, versatilidade e um ótimo pé esquerdo, ele vem sendo chamado de “Novo Gareth Bale”. Que as lesões não o atrapalhem tanto, como com o galês.

  40. Getty/Goal Composite

    Mile Svilar

    Benfica – Bélgica – 27/8/1999 – Goleiro

    A estreia de Mile Svilar na Champions League, contra o Manchester United, ficou marcada por um grave erro do goleiro de 18 anos. Mas o jogador já fez o suficiente para mostrar porque o Benfica fez dele o atleta mais jovem a atuar pelo torneio na história dos Encarnados. Além disso, ele defendeu um pênalti no outro jogo em Old Trafford. José Mourinho afirmou que ele está destinado a se tornar “um dos melhores goleiros da Europa.”

  41. Getty/Goal Composite

    Timothy Tillman

    Bayern de Munique – Alemanha/EUA – 4/1/1999 – Meia-atacante

    Tillman é um dos jogadores jovens mais cobiçados pelo mundo do futebol. O Barcelona já tentou contar com os serviços dele, mas o Bayern de Munique não cedeu às investidas do clube catalão. Os bávaros contrataram Tillman em 2015, junto ao Greuther Fürth, por meio milhão de euros (cerca de R$ 2 milhões). Apesar de defender a Alemanha nas categorias de base, o meia de 19 anos parece estar pronto para optar pelos Estados Unidos na seleção principal, graças à descendência por parte de seu pai.

  42. Getty/Goal Composite

    Ferrán Torres

    Valencia – Espanha – 29/2/2000 – Ponta

    Jogador desenvolvido no Valencia desde os seis anos, Ferrán Torres atua com frequência pelo elenco principal, ao ponto do técnico Marcelino descrever a revelação do ponta-direita como "uma bênção”. Os Che sabem do potencial de Torres, a ponto de já terem aumentado a cláusula de transferência do jovem para 25 milhões de euros (cerca de R$ 102 milhões), após surgirem especulações envolvendo uma possível transferência para Real Madrid ou Barcelona.

  43. Getty/Goal Composite

    Timothy Weah

    PSG – EUA – 22/2/2000 – Atacante

    Timothy Weah carrega o peso do sobrenome famoso no mundo do futebol, mas, até o momento, ele vem demonstrando que as comparações entre ele e o pai, George, também acontecem pelo talento e tranquilidade em lidar com a pressão. Mesmo não sendo um jogador reconhecido por conta da força, Timothy tem o mesmo faro de gol e mudança de ritmo do outro Weah. Após escolher os Estados Unidos - país no qual ele nasceu e cresceu - para defender a seleção, o atacante do PSG marcou um hat-trick contra o Paraguai, na Copa do Mundo Sub-17, antes de estrear pelos parisienses em março deste ano.

  44. Getty/Goal Composite

    Ben Woodburn

    Liverpool – Gales – 15/10/1999 – Atacante

    Ben Woodburn encontrou dificuldades em conseguir jogar nessa temporada, depois de se tornar o jogador mais jovem a marcar um gol pelo Liverpool, em novembro de 2016, com apenas 17 anos. Isso demonstra a força do elenco com o qual Jürgen Klopp conta. Mesmo assim, Woodburn é muito bem visto em Melwood a ponto de ser  escolhido capitão do time Sub-19 por ninguém menos que Steven Gerrard, lendário camisa 8 dos Reds. O atacante é versátil, pode jogar tanto como ponta, um pouco mais recuado ou até como um camisa 9 tradicional, e já é convocado com frequência para a seleção do País de Gales, após balançar as redes pela primeira vez pelos Dragões contra a Áustria.

  45. Getty/Goal Composite

    Dan-Axel Zagadou

    Borussia Dortmund – França – 3/6/1999 – Volante/Lateral

    O Borussia Dortmund não poderia ter tido mais sorte em conseguir vencer a concorrência e contar com os serviços de Dan-Axel Zagadou, que saiu do Paris Saint-Germain a zero custo. Zagadou é um jogador forte, intenso, físico e com senso de liderança - ele atualmente é capitão da seleção Sub-19 - além de se mostrar um atleta versátil, que joga como zagueiro e também como lateral-esquerdo quando necessário.

  46. Getty/Goal Composite

    5. Phil Foden

    Manchester City – Inglaterra – 28/5/2000 – Meia-atacante

    Há poucos treinadores no mundo com o talento do técnico do Manchester City, Pep Guardiola, para julgar talentos: o ex-Barcelona descreveu Phil Foden como um "presente" das categorias de base para o seu time principal. Depois de impressionar o catalão com seu desempenho em um amistoso de pré-temporada contra o Manchester United na temporada passada, o versátil Foden, que joga no meio-campo, mostrou suas incríveis habilidades tanto na Premier League quanto na Champions League, bem como mostrou pela seleção sub-17 da Inglaterra, campeã do Mundial da categoria em novembro do ano passado.

  47. Getty/Goal Composite

    4. Matthijs De Ligt

    Ajax – Holanda – 12/8/1999 – Zagueiro

    A estreia de Matthijs De Ligt pela Holanda, contra à Bulgária, pode não ter corrido de acordo com o previsto. Líder nato e excepcional passador, ele é considerado um dos mais talentosos zagueiros que surgiram na Europa nos últimos anos. Não surpreende que o jogador de 18 anos, com um impressionante físico e grande técnica, já esteja sendo cogitado pelo Barcelona, o clube espanhol está considerando fazer uma proposta para De Ligt para a próxima temporada.

  48. Getty/Goal Composite

    3. Vinícius Júnior

    Flamengo (emprestado pelo Real Madrid) - Brasil - 12/7/2000 – Atacante

    Depois de estrear pelo Brasil no Campeonato Sul-Americano Sub-17, Vinícius Júnior tornou-se o jogador mais caro (para sua faixa etária de 16 anos) da história do futebol, quando o Real Madrid concordou em pagar ao Flamengo 45 milhões de euros pelo talento do atacante, no mês de maio, dias depois de fazer sua estreia pelo time profissional. Tendo sido emprestado de volta ao Flamengo até 2019, o atacante já possui números melhores do que Neymar quando tinha a mesma idade que ele. Como resultado, o Real Madrid está agora pronto para antecipar a chegada do atleta ao Santiago Bernabeu para a próxima temporada.

  49. Getty/Goal Composite

    2. Gianluigi Donnarumma

    Milan – Itália - 25/2/1999 – Goleiro

    Vencedor do NxGn de 2017, Gianluigi Donnarumma teve um ano difícil fora de campo, mas permaneceu focado, se firmando como goleiro do Milan e convocado para a seleção italiana pela primeira vez. O goleiro empolgou os torcedores com sua compostura e maturidade a partir do momento em que ele fez sua estréia nas categorias de base, com apenas 16 anos de idade. Mas a maneira como ele lidou com a repercussão sobre a disputa relacionada a Mino Raiola, seu agente, sobre um novo contrato na temporada passada, só fortaleceu a crença de que estamos assistindo "o novo Gigi Buffon".

  50. Getty/Goal Composite

    1. Justin Kluivert

    Ajax - Holanda - 5/5/1999 – Atacante

    “Justin Kluivert é como Neymar!”, declarou certa vez Ronald de Boer, que não é a única figura famosa no mundo do esporte que se empolga com o potencial do filho de Patrick Kluivert, Justin, jovem ponta do Ajax, cuja caminhada até aqui aponta para um lugar reservado a ele entre as estrelas do esporte.

    PERFIL: O Garoto do Ajax Quer Se Tornar Rei

    De fato, o agente Mino Raiola está batendo palmas de alegria, tendo contratado um talento prodígio que já conseguiu um lugar na seleção holandesa. Kluivert tem contrato com o Ajax até 2019. Um jogador ágil e com habilidades únicas parece destinado a seguir os passos de seu pai ao se juntar a elite da Europa.