Notícias Jogos
Big spenders

Como o Monaco gastou mais de R$ 5 bilhões em contratações

19:50 BRT 04/11/2022
Monaco James Rodriguez Radamel Falcao
O time da Ligue 1 viu nomes como James Rodriguez e Radamel Falcao chegar por muito dinheiro ao longo dos anos

O Mônaco subiu da beira do desastre para o auge da glória desde que o oligarca russo Dmitry Rybolovlev assumiu uma participação majoritária no clube em 2011.

O time da Ligue 1 se tornou um dos melhores do mundo quando se trata de procurar talentos extraordinários.

Em 2013, o Mônaco foi um dos maiores gastadores no mercado de transferências quando jogou muito dinheiro em jogadores como Radamel Falcao e James Rodriguez.

Exatamente quanto eles gastaram ao longo dos anos?

Vamos dar uma olhada!

TEMPORADA

JOGADOR

VALOR (EM EUROS)

VALOR TOTAL (EM EUROS)

2022-23

Mohamed Camara/Takumi Minamino

€15M

€43.5M

2021-22

Myron Boadu

€17M

€43.5M

2020-21

Krepin Diatta

€16.70M

€52.7M

2019-20

Wissam Ben Yedder

€40M

€200M

2018-19

Aleksandr Golovin

€30M

€145.85M

2017-18

Keita Balde

€30M

€122.4M

2016-17

Djibril Sidibe

€15M

€50.5M

2015-16

Ivan Cavaleiro

€15M

€101M

2014-15

Bernardo Silva

€15.75M

€39.75M

2013-14

James Rodriguez

€45M

€160.7M

2012-13

Lucas Ocampos

€13M

€24.65M

2011-12

Nabil Dirar

€6M

€20M

2010-11

Dieumerci Mbokani

€7M

€9.75M

2009-10

Mathieu Coutadeur

€4M

€9.9M

2008-09

Alejandro Alonso

€2.50M

€5.2M

2007-08

Frederic Piquionne

€6M

€20.4M

2006-07

Yaya Toure

€5.50M

€22.6M

2005-06

Camel Meriem

€6M

€6.1M

2004-05

Javier Chevanton

€10M

€18M

2003-04

Emmanuel Adebayor

€3.20M

€3.2M

2002-03

Patrice Evra

€4.10M

€6.1M

2001-02

Lucas Bernardi

€9M

€28.71M

2000-01

Shabani Nonda

€20M

€34.6M

Total

€1.17B

*Todos os valores são retirados do Transfermarkt

Top 10 contratações mais caras da história do Monaco

  • Geoffrey Kondogbia Monaco 2014-15

    #10 Geoffrey Kondogbia | 20 milhões de euros | Sevilla | 2013

    Depois de iniciar sua carreira no Lens, Geoffrey Kondogbia estreou na Ligue 1 em novembro de 2010, entrando como substituto contra o Lyon.

    Depois de fazer três jogos na Ligue 1 na temporada 2010-11, Kondogbia e Lens foram rebaixados para a Ligue 2.

    O francês permaneceu por uma temporada na segunda divisão antes de o Sevilla o contratar no verão europeu de 2012, mas passou apenas 12 meses na Espanha antes de ingressar no Mônaco por 20 milhões de euros.

    Em seu tempo no clube do principado, Kondogbia os ajudou a terminar em segundo na Ligue 1 e retornar à Liga dos Campeões após uma ausência de uma década.

    Em 2015, ele se mudou para a Inter e depois para o Valencia antes de assinar pelo Atlético de Madrid em 2020.

  • Pietro Pellegri Monaco 2018-19

    #9 Pietro Pellegri | 20.9 milhões de euros | Genoa | 2017

    Aos 15 anos e 280 dias, Pietro Pellegri igualou o recorde como o mais jovem estreante da Serie A quando jogou pelo Genoa em 2016.

    Ele então se tornou o primeiro jogador nascido no século XXI a marcar na Série A quando encontrou a rede em maio de 2017.

    As atuações de Pellegri em Gênova foram tão boas que o Mônaco concordou em pagar 20,9 milhões de euros por seus serviços em janeiro de 2018.

    Depois de fazer apenas 22 jogos em três anos, no entanto, ele foi emprestado ao Milan com a opção de tornar o contrato permanente. No entanto, ele fez apenas seis jogos pelo time principal e seu contrato de empréstimo foi rescindido em janeiro de 2022.

    No final da janela de janeiro, o Torino contratou o atacante por empréstimo antes de contratá-lo em definitivo na janela seguinte.

  • Tielemans Monaco Leipzig 091317

    #8 Youri Tielemans | 25 milhões de euros | Anderlecht | 2017

    Em 2016, a mídia estava louca por uma incrível promessa de meio-campo do Anderlecht chamada Youri Tielemans.

    Tielemans se tornou o belga mais jovem a jogar na Liga dos Campeões aos 16 anos e 148 dias, quando jogou pelo Anderlecht contra o Olympiacos em outubro de 2013.

    Ele fez parte do time que conquistou o título da Pro League 2013-14 e também ganhou o prêmio de Jovem Jogador Belga do Ano em cada uma de suas duas primeiras temporadas.

    O Monaco decidiu apostar em Tielemans em maio de 2017, depois que ele completou 20 anos e concordou em pagar ao Anderlecht uma taxa de 25 milhões de euros.

    Tielemans foi um grande sucesso no Monaco antes de se mudar para o Leicester em janeiro de 2019 por empréstimo antes de tornar o acordo permanente naquele verão por 45 milhões de euros.

  • Joao Moutinho Monaco

    #7 Joao Moutinho | 25 milhões de euros | Porto | 2013

    Depois de passar um total de nove anos jogando por dois dos maiores clubes de Portugal no Sporting CP e no Porto, João Moutinho decidiu se mudar para o Monaco no verão europeu de 2013 junto com seu companheiro de equipe no Porto, James Rodriguez.

    O Monaco pagou 25 milhões de euros pelo meio-campista e ele impressionou desde sua estreia, quando marcou os dois gols de sua equipe na vitória por 2 a 1 sobre o Marselha, em setembro.

    Moutinho viria a erguer o oitavo troféu da Ligue 1 do Monaco na temporada 2016-17 e saiu um ano depois, quando decidiu se mudar para a Premier League com o Wolves.

  • Keita Balde Monaco Caen

    #6 Keita Balde | 30 milhões de euros | Lazio | 2017

    Depois de passar seis anos entre 2005 e 2011 na academia La Masia do Barcelona, ​​Keita Balde saiu sem jogar profissionalmente, pois foi punido pelo clube por uma brincadeira de colocar um cubo de gelo na cama de um companheiro de equipe.

    O Barcelona o emprestou ao UE Cornella, onde marcou 47 gols em uma temporada antes de recusar a chance de retornar ao Camp Nou em meio a interesses de Real Madrid e Manchester United.

    A Lazio o contratou em 2013 e ele se estabeleceu como titular na equipe da Série A. Suas melhores atuações vieram no Derby della Capitale contra a Roma, onde marcou dois gols na vitória da Lazio por 3 a 1 em 2017, tornando-se o primeiro jogador da Lazio a fazê-lo desde Roberto Mancini na temporada 1998-99.

    Mais tarde, o Monaco o contratou e concordou em pagar 30 milhões de euros e lhe deu um contrato de cinco anos.

    Balde foi emprestado para a Inter em 2018 e à Sampdoria em 2020 antes de se juntar ao Cagliari no ano seguinte e ao Spartak Moscou em 2022 em transferências gratuitas.

  • Aleksandr Golovin Monaco

    #5 Aleksandr Golovin | 30 milhões de euros | CSKA Moscow | 2018

    Aleksandr Golovin foi a estrela da Rússia na Copa do Mundo de 2018 e suas exibições atraíram enorme interesse de alguns dos principais clubes europeus.

    O Mônaco, no entanto, foi rápido em sua abordagem e entregou 30 milhões de euros ao CSKA Moscou em julho de 2018.

    Golovin jogou mais de 100 vezes pelo Mônaco desde 2018 e apresentou algumas atuações decentes, nenhuma das quais superou a tripla que marcou na vitória por 4 a 3 fora de casa contra o Nimes, que o tornou o primeiro russo a marcar um hat-trick. na Liga 1.

  • Gelson Martins, Monaco

    #4 Gelson Martins | 30 milhões de euros | Atletico Madrid | 2019

    O Monaco assinou com o Atlético de Madrid Gelson Martins em janeiro de 2019 por empréstimo até o final daquela temporada.

    Martins se adaptou instantaneamente ao time e à liga francesa, levando o Monaco a contratá-lo permanentemente em julho por 30 milhões de euros em um contrato de cinco anos.

    O português disputou mais de 120 jogos pelo Mónaco desde a sua chegada.

    Ele também se envolveu em polêmicas, no entanto. Em um jogo no Nimes em fevereiro de 2020, Martins pressionou repetidamente o árbitro Mikael Lesage em retaliação ao cartão vermelho de seu companheiro de equipe Tiemoue Bakayoko.

    Isso levou Martins a ser expulso também e, eventualmente, ser punido com uma suspensão de seis meses, enquanto o Monaco perdeu o jogo por 3 a 1.

  • Wissam Ben Yedder Monaco 2021-22

    #3 Wissam Ben Yedder | 40 milhões de euros | Sevilla | 2019

    Depois de se destacar na liga francesa com o Toulouse, Wissam Ben Yedder mudou-se para o Sevilla, da La Liga, em 2016, por 9,5 milhões de euros.

    Após performances memoráveis ​​para eles durante seus três anos, o Mônaco concordou em pagar 40 milhões de euros por sua assinatura no verão europeu de 2019.

    Ben Yedder assinou um contrato de cinco anos com o clube e fez mais de 140 jogos pelo clube, marcando incríveis 82 gols.

    Ele também foi o artilheiro da Ligue 1 na temporada 2019-20.

  • #DepartL1 Falcao Monaco

    #2 Radamel Falcao | 43 milhões de euros | Atletico Madrid | 2013

    O Mônaco quebrou seu recorde de transferências duas vezes em 1º de julho de 2013, primeiro com a contratação de Radamel Falcao do Atlético de Madrid por 43 milhões de euros.

    O maestro colombiano disputou 91 partidas pelo Atlético, marcou 70 gols e veio com a experiência que o Monaco precisava para ter sucesso na Europa.

    Falcao jogou em 108 jogos da Ligue 1 pelo Mônaco, marcando 65 gols. Seus seis anos no clube incluíram dois empréstimos ao Manchester United e Chelsea.

    O ex-atacante do Porto ajudou o Monaco a conquistar o título da Ligue 1 em 2016-17, quando marcou 21 gols em 29 jogos do campeonato.

    Em 2019, ele deixou o Mônaco para se juntar ao Galatasaray antes de se mudar para o Rayo Vallecano em 2021.

  • James Rodriguez Monaco 2013-14

    #1 James Rodriguez | 45 milhões de euros | Porto | 2013

    Depois de se destacar em sua carreira nas camadas jovens no Banfield da Argentina, James Rodriguez mudou-se para o Porto em 2010 por 7,35 milhões de euros.

    Nos três anos que se seguiram, James venceu a Primeira Liga, a Liga Europa, a Taça de Portugal e a Supertaça de Portugal na histórica temporada 2010-11 do Porto.

    Na temporada seguinte, ganhou a Bola de Ouro Portuguesa, tornando-se o segundo colombiano depois de Radamel Falcao a receber a honra.

    Em 2012-13, os principais clubes de todo o mundo começaram a circular em torno de James, com o Porto rejeitando a abordagem do Manchester United para ele.

    No verão europeu de 2013, foi anunciado que James havia se juntado ao Mônaco por um recorde do clube de 45 milhões de euros.

    A contratação recorde do Mônaco viria a ter sucesso em sua primeira e única temporada no clube antes de apresentar atuações brilhantes pela Colômbia na Copa do Mundo de 2014, chamando a atenção do Real Madrid, que o contratou por 75 milhões de euros em julho de 2014.