Vinicius Jr. e Benzema: dupla se acertou para liderar o Real Madrid

Real Madrid

Há 328 dias, a relação entre Karim Benzema e Vinicius Junior atingiu o fundo do poço, pelo menos publicamente. Depois, o Real Madrid empatou de forma agonizante num 2 a 2, na visita ao  Borussia Mönchengladbach, mas a notícia não era essa, por mais que a direção do Real os tenham aproximado perigosamente na Liga Europa. Em seguida, falava-se das críticas do francês ao brasileiro. 

Porque as câmeras do 'Movistar' capturaram uma conversa entre Benzema e Mendy no túnel do vestiário, prestes a iniciar o segundo tempo, o que deixou Vinicius em péssimo estado. “Não passe para ele” ou “Ele joga contra nós”, ouviu-se, duas frases que ganharam manchetes na internet e horas de debate na televisão e no rádio.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

No dia de descanso intermediário, o carioca passou muito mal. Ele considerava, e continua considerarando, Benzema como um de seus grandes ídolos, e seu tratamento, apesar da idade, foi de amizade. Na volta a Valdebebas, o referente deu explicações ao jovem e o problema foi resolvido, embora em encontros posteriores, se analisasse detalhadamente, o número de jogadas entre eles e os gestos do veterano com o brasileiro.

A dupla na Liga Espanhola

Tudo isso parece ter reduzido a uma anedota hoje, pela sincronização entre os dois. Se para o Real Madrid é uma notícia magnífica ter o melhor Benzema e o melhor Vinicius, ter ambos no auge histórico, como os dados agora mostram, é duplamente incrível. Neste momento vale a pena uma liderança na Liga, mas não só isso: também toda a ilusão que esta associação atrái.

Contra o Valência, uma recuperação rápida: Karim habilitou Vini em 86 'para 1 a 1, e Vini ajudou Karim em 89' para virar o jogo em 1 a 2. Com seu chute acadêmico, o ex-jogador do Lyon se tornou o primeiro jogador neste século a participar de 11 gols em seus primeiros cinco jogos no campeonato. Imparável, embora isso apenas tenha começado para seu primeiro Pichichi, troféu entregue aos artilheiros de cada temporada da La Liga, com seis gols e cinco passes importantes, ele também é o jogador das cinco ligas principais que interveio na maioria dos gols (11), ultrapassando Haaland (10).

E Vinicius segue no estrelato, com suas atuações mais convincentes desde a contratação. Em Mestalla, casa do Valencia, desbloqueou a conquista de gol + assistência no campeonato, algo que não alcançara nos 86 jogos anteriores. Além disso, com cinco gols em cinco partidas, já é quase igual aos oito das 82 partidas anteriores do torneio.

Há uma compilação de estatísticas da Foot Stats especializada que recolhe, em comparação com os mais de 450 jogadores na competição, a incidência de Vini neste início de campeonato: apesar de ser 128º colocado em minutos, é também o segundo em gols (5), o segundo na participação em gols (6), o primeiro nos chutes a gol (9), o primeiro na pontaria (69%) e o primeiro nos dribles (14). Se isso for combinado com a magia e eficácia de Benzema, o resultado é uma dupla para aspirar à Liga.