"Valverde não me manda jogar pela esquerda", avisa Luis Suárez

Comentários()
Getty images
Uruguaio falou sobre a má fase atravessada na temporada com a camisa do Barcelona e descartou ser culpa do treinador

Luis Suárez atravessa a sua maior seca de gols no Barcelona. Há 393 minutos sem balançar as redes, o uruguaio marcou apenas três gols na La Liga, mas descartou que a sua mudança tática em campo tenha afetado o seu faro de tentos.

"Isso é o de menos. Obviamente, quando havia um jogador do nível de Neymar, era diferente, mas não é o treinador que me manda jogar na esquerda, sou eu quem faz isso por inércia se eu vejo que não há ninguém. O treinador sabe onde eu posso executar, qual é a minha posição, entende onde me sinto mais confortável. Se eu caio pela esquerda é porque vejo que há espaço e vejo possibilidades, não é por causa do sistema", afirmou em entrevista ao Sport.

SUAREZ BARCELONA SEVILLA LALIGA
Foto: Getty Images

Suárez negou que esteja ansioso em campo e se mostrou otimista.

"Não acredito que seja ansiedade. A ansiedade seria ter a bola e tentar driblar cinco oponentes. Nesse sentido, estou calmo. Lembro-me perfeitamente de uma clara jogada contra o Málaga, que Sergi Roberto me passou a bola e antes de chutar, já estou rindo porque sabia que ia errar. Mas quando uma bola entrar, todas passarão a entrar.

Por fim, o uruguaio não acredita que a posição de atacante seja a mais exigida apesar das críticas.

"Não, porque às vezes você se o goleiro e é um gol, é culpa do goleiro. Um atacante é mais provável que falhe. Somos mais exigidos porque estamos no melhor time do mundo, mas estou muito consciente disso e sei como viver com isso. Eu me preocuparia se chegasse o momento em que eu não tenho uma atitude, mas no meu caso, isso não acontecerá.", concluiu.

 

Próximo artigo:
Orgulho em dose dupla: Guardiola elogia gols de Jesus e entrevista em inglês do brasileiro
Próximo artigo:
Cruzeiro no Mercado: Quem chega, quem sai e quais as prioridades para 2019?
Próximo artigo:
O primeiro brasileiro que jogou no Real Madrid
Próximo artigo:
Juventus pode usar Alex Sandro como moeda de troca para contratar Pogba
Próximo artigo:
Flamengo se vê perto de Gabigol e encara semana decisiva por Felipe Mello
Fechar