Notícias Placares ao vivo
Tottenham v Manchester City

Tottenham x City, CR7 e Segundona espanhola: VAR deu o que falar na Europa

17:37 BRST 02/02/2020
Lloris Sterling Manchester City Tottenham
Árbitro de vídeo roubou a cena em pelo menos três jogos das ligas europeias neste domingo

O VAR acabou sendo um dos principais personagens de mais um duelo entre José Mourinho e Pep Guardiola na Premier League. Decisões do árbitro Mike Dean após consultar o assistente de vídeo ainda no primeiro tempo da partida, que terminou com vitória do Tottenham por 2 a 0 sobre o Manchester City em Londres, causaram polêmica.

Acompanhe a Premier League ao vivo ou quando quiser: clique aqui e teste o DAZN por um mês grátis

O primeiro lance ocorreu logo aos 11 minutos, quando Sterling deixou o pé em Dele Alli. Dean mostrou o amarelo para o jogador do City, consultou o VAR sem ir até o monitor e manteve a decisão, para muita reclamação da equipe da casa, que queria o vermelho direto.

Mas a coisa esquentou mesmo aos 35 minutos. Agüero caiu após disputa com Aurier na área e o juiz mandou o jogo seguir. No entanto, pouco mais de dois minutos depois, Dean paralisou a partida, não seguiu o protocolo e assinalou o pênalti novamente sem revisar o lance. 

Gündogan foi para a cobrança e Lloris foi buscar no canto. Sterling tentou pegar o rebote e caiu na área alegando toque do goleiro do Tottenham. Era a polêmica instaurada de novo. Mike Dean consultou o VAR outra vez e decidiu não dar pênalti, mas também não puniu o jogador inglês por simulação - o segundo amarelo, vale lembrar, mandaria Sterling mais cedo para o chuveiro. 

No fim, o City teria outro jogador expulso, já no segundo tempo: Zinchenko, que levou o segundo amarelo após matar um contra-ataque. Com um a mais, os donos da casa chegaram à vitória com gols do estreante holandês Bergwijn e do sul-coreano Son. O Tottenham é o quinto colocado do Inglês, enquanto o City é o vice-líder 22 pontos atrás do Liverpool.

Enquanto isso na Itália...

A Juventus venceu a Fiorentina por 3 a 0 e manteve a liderança da Serie A. O destaque da partida foi Cristiano Ronaldo, que anotou dois gols de pênalti após decisões do árbitro de vídeo.

No primeiro lance, Pjanic chutou e a bola bateu no braço de Pezzella. O árbitro achou o lance normal, mas depois seguiu recomendação do VAR, reviu o lance e apontou para a marca da cal. A cena se repetiu já no fim da partida, desta vez após uma dividida de Bentancur com Ceccherini dentro da área. A Fiorentina saiu na bronca e teve até troca de farpas entre dirigentes dos clubes. 

"Estou indignado. O primeiro pode ter sido pênalti, mas o segundo com certeza não foi", disse Rocco Comisso, o mandatário da equipe de Florença. "Comisso tem o meu respeito, mas estamos vendo esta narrativa muitas vezes. As pessoas devem parar de procurar álibis quando enfrentam a Juventus. Nós vencemos porque jogamos bem", devolveu Pavel Nedved, vice-presidente do time de Turim.

Quem está com a razão? Assista aos lances no vídeo acima e tire suas conclusões.

E na Espanha, o inacreditável!

O VAR indiretamente também provocou um episódio inusitado na segunda divisão da Espanha. Cristóbal, do Fuenlabrada, deu uma entrada dura em Granell, do Girona, e foi expulso direto.

O árbitro da partida, porém, decidiu consultar o vídeo e considerou que o lance era só para amarelo. Cristóbal, então, saiu do vestiário e voltou para o gramado. Em poucos segundos, porém, desentendeu-se com Granell, levou o segundo amarelo e foi expulso de vez!