Tite não descarta jovens na Copa América e exalta postura do elenco nos treinos

Comentários()
Treinador também explicou os motivos para escolher Casemiro como capitão da equipe

Neste sábado(23), a Seleção Brasileira encara o Panamá, pelo primeiro jogo da rodada dupla do Chevrolet Brasil Global Tour deste mês de março. Antes da partida, como de praxe, o técnico Tite concedeu entrevista coletiva e falou sobre diversos assuntos, entre eles a Copa América, que acontece em junho e é esperada com muita expectativa pela comissão técnica. 

"Essa é uma possibilidade real. Por isso, quando falamos em curto e médio prazo. Por isso, aproveitamos essa convocação para dar oportunidade e chegar na Copa América com essa mescla. Agora, vai depender da participação com a camisa da seleção brasileira. A camisa amarela tem um peso. Tenham vocês confiança até para errar. O técnico vai entender que é um processo. Vão ser utilizado na função que fazem nos clubes. Não vai ser uma função diferente. O que vai ser no final? O campo vai mostrar".

Lucas Paqueta Brasil 19032019
(Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação)

Abaixo, confira os principais trechos da entrevista coletiva de Tite

Amistoso com equipes mais fracas

"Enfrentamos as seleções sul-americanas de maior nível, com exceção da Colômbia. Na teoria somos os favoritos (contra o Panamá), mas tu vai para campo e daqui a pouco encontra dificuldade. Pela estratégia do adversário, a marcação. Com mais de 30 minutos no Bélgica x Panamá (na Copa do Mundo), a primeira oportunidade de gol havia sido do Panamá. E no 0x1 tiveram oportunidade de empate. E principalmente por termos atletas jovens. Eles precisam da comissão técnica porque a camisa amarela é pesada, a expectativa é alta".

Postura nos treinos

Mais artigos abaixo

"O Casemiro colocou um desafio de fazer treinamentos que potencializem certo entrosamento. Os atletas começam a perceber o gestual de cada um, ler o corpo para o passe. O movimento que o atleta faz. Quanto mais trabalhos fizermos, mais conseguiremos observar as características de cada um. Nem todos os jogadores desse jogo serão mantidos para o próximo, então o treinamento oportunizou os setores defensivos trabalharem com organização, coordenação, coberturas curtas."

Casemiro capitão

Casemiro treina com a seleção brasileiro em Porto antes de amistoso da seleção
(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

" Casemiro é extremamente competitivo e leal. É uma marca forte, ele passa isso aos atletas. Ele se comunica com o grupo de forma transparente e verdadeira. Não é brincadeira de faz-de-conta. Tem um perfil muito reto, claro nas situações. Nos ajuda a conexão ao ambiente, seu tempo de Porto, de Real Madrid, o lastro de sua carreira. Essa postura, o canal de comunicação com os auxiliares, são algumas virtudes que o levaram a ser escolhido capitão". 

Fechar