Tata Martino: "Vivi no Barcelona o pior ano da minha carreira"

Comentários()
Treinador argentino acredita que suas ideias não foram bem recebidas no Barça; Martino hoje comanda o México

Atual treinador da seleção do México, Tata Martino foi uma surpresa quando foi anunciado pelo Barcelona como técnico para a temporada 2013/14. E o que poderia ser uma grande para o argentino acabou se tornando um pesadelo.

"Olhando pelos resultados não foi um ano ruim. Ganhamos um título (Supercopa da Espanha) e jogamos uma final, mas no Barcelona o que mais importa é quantos títulos se ganha. No entanto, digo que foi o pior ano da minha carreira porque meu trabalhou começou e terminou com a gestão da equipe", comentou Tata Martino.

Ele deixou o comando do Barcelona com 59 jogos oficiais. Foram 40 vitórias, 11 empates e oito derrotas, incluindo o empate com o Atlético de Madrid na última rodada de LaLiga que culminou com o título espanhol dos colchoneros.

Martino afirmou que queria mudar o estilo de jogo do time, explorando os contra-ataques, ideia que não foi bem recebida. "Haviam questões de minha gestão e que tiveram vida curta e para mim o clássico contra o Real Madrid, que ganhamos em casa por 2 a 1, foi chave".

Neymar Andres Iniesta Cesc Fabregas Barcelona Real Madrid La Liga 10262013

Mais artigos abaixo

"Fizemos o segundo gol correndo pelos espaços vazios e se o Barcelona estava fazendo isso era porque não estava entrosado. Mas eu entendia que se pudessemos agregar algo ao time era a possibilidade de explorar os contra-ataques", completou o primeiro treinador de Neymar no Camp Nou.

Seis anos depois, Martino ainda crê que sua ideia daria certo no clube catalão: "A velocidade tornaria o Barcelona mais completo porque, quando havia períodos de domínio do time rival, era bom recuar e jogar nos espaços vazios".

Fechar