Notícias Placares ao vivo
Flamengo

Sem Abel, Arrascaeta decide quase dez vezes mais pelo Flamengo

20:06 BRT 15/07/2019
Arrascaeta Flamengo 15 07 2019
O uruguaio ficou mais à vontade e confiante após a saída do treinador e desempenho tem saltado aos olhos

O torcedor rubro-negro viveu duas emoções mais fortes com a exibição brilhante de Arrascaeta, na manhã de domingo (14), durante goleada por 6 a 1 sobre o Goiás. A primeira delas obviamente foi a felicidade de testemunhar aquela que provavelmente foi, até agora, a maior atuação individual de um jogador na temporada 2019 do futebol brasileiro; a segunda foi saborear o doce gosto de ter tido razão com as críticas direcionadas a Abel Braga, pela relutância do ex-técnico do Flamengo em escalar o uruguaio.

Arrascaeta abriu o placar sobre o Esmeraldino, na volta do Brasileirão após a pausa para a Copa América, e participou do segundo gol antes de fazer o terceiro e o quarto. Depois seguiu a esbanjar categoria ao dar as duas assistências para Gabigol fechar a goleada na estreia do técnico português Jorge Jesus, e também do lateral-direito Rafinha, dentro do Maracanã. Mostrou por que carrega consigo a etiqueta de contratação mais cara na história flamenguista. Em seu segundo jogo sob o comando de JJ, quase igualou toda a participação ofensiva que teve nas 22 vezes em que vestiu a camisa rubro-negra sob as ordens de Abel Braga [4 gols, duas assistências].

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Teste o DAZN com um mês grátis!

É impossível falar sobre a criticada passagem de Abel Braga sem usar Arrascaeta como exemplo. A principal contratação do time não convencia o técnico, que apenas lhe dava maiores chances no Campeonato Carioca. O empate sem gols contra o Peñarol, ainda pela fase de grupos da Libertadores, simbolizou bem uma imaginável “implicância” do treinador com o camisa 14: precisando de um gol, Abelão fez uso de todas as substituições e Arrascaeta seguiu no banco, para a revolta dos flamenguistas que lotaram o Maracanã naquela noite.

Aproveitamento sem Abel

Foi apenas Abel sair, pedindo demissão em meio às especulações que já colocavam Jorge Jesus em seu cargo, que Arrascaeta deslanchou. Recebeu mais oportunidades, mas acima de tudo talvez tenha passado a se sentir mais à vontade. Ainda sob o comando do interino Marcelo Salles fez, contra o Fortaleza, a sua melhor exibição até então, dando as assistências para a vitória por 2 a 0 sobre os cearenses, na sétima rodada do Brasileirão. Naquela única partida, a primeira sem Abel Braga, já igualara o número de passes para gols que tinha até então.

Mas o suprassumo, a catarse geral, veio contra o Goiás. Tanto o seu nome quanto o de Abel Braga apareciam nos assuntos mais comentados do Twitter no Brasil, evidenciando a exaltação de um em contraste com outra condenação para o agora ex-treinador. Sob o comando de Abelão, Arrascaeta teve momentos importantes, especialmente contra o Vasco, no caminho que terminou com título carioca. Mas não foi o bastante para lhe dar a posição de titular absoluto que era óbvia para todos, menos para o então comandante.

Exclusivo: Cuéllar quer "saída facilitada" pelo Flamengo

Nos três jogos sem Abel, Arrascaeta quase multiplicou por dez a sua participação direta em gols. Saltou de 0,27 tentos ou assistências por partida para 2,6. Dobrou o número de assistências.

Arrascaeta Jogos Gols Assistências
Com Abel 22 4 2
Sem Abel 3 3 4

Evidentemente que a média deve diminuir, mas ao sentir-se mais à vontade para fazer o seu melhor, Arrascaeta já desponta como um dos candidatos a craque do campeonato. Se mantiver uma regularidade ainda que com números menores, dificilmente não o será.

Elogios a Jorge Jesus

E o crescimento recente, sob nova direção, não passou desapercebida também pelo uruguaio, que fez questão de elogiar o treinador português em entrevista concedida ao SporTV: "A gente tem incorporado rápido a ideia do treinador, as coisas que ele pede. Ele me passou muita confiança. Para o jogador, isso é muito importante. Eu tenho dois jogos com ele e 90 minutos em cada jogo, isso é importante, estou tendo sequência", disse, deixando em aberto a interpretação quase automática de que hoje ele tem algo que lhe faltava antes.