Renê Weber morre vítima da Covid-19; relembre carreira do treinador

Aos 59 anos, o ex-jogador não resistiu às complicações do coronavírus; clubes prestaram homenagens nas redes sociais

Faleceu nesta quarta-feira, 16 de dezembro, Renê Weber, aos 59 anos. Ex-jogador, auxiliar técnico e treinador, Renê estava internado desde a primeira semana deste mês em um hospital na zona sul do Rio de Janeiro e é mais uma vítima da Covid-19 no Brasil.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Como jogador, Renê defendeu diversos clubes na sua carreira como Internacional, Fluminense e América. Foi no Tricolor das Laranjeiras que ele teve mais sucesso. Meia-atacante, foi tricampeão carioca em 1983, 1984 e 1985 e campeão brasileiro em 1984. Foram 143 jogos e 15 gols com a camisa tricolor.

Renê Weber fez três jogos com a seleção brasileira e retornou à CBF em 2004 para ser treinador da equipe sub-20. Fez outros trabalhos como treinador, mas também foi, por muito tempo, auxiliar técnico.

Como auxiliar, foi campeão brasileiro em 1995 pelo Botafogo. O Alvinegro também foi o último clube que Renê Weber trabalhou, atuando entre fevereiro e outubro deste ano na comissão técnica de Paulo Autuori.

Mais artigos abaixo

Ainda foi auxiliar técnico de outros grandes times do futebol nacional, como Grêmio, São Paulo, Vasco, Atlético-MG e Cruzeiro. Pela Raposa, foi campeão da Libertadores em 1997 como auxiliar de Autuori.

Nas redes sociais, alguns clubes se manifestaram após a confirmação do falecimento de Renê Weber. Confira algumas homenagens:

Fechar