Quem era o árbitro responsável pelo VAR em Atlético-MG x São Paulo?

Comentários()
São Paulo tem gol anulado por impedimento aos 30 minutos da primeira etapa em lance polêmico; partida terminou com vitória do Galo por 3 a 0

O duelo desta quinta-feira (04) entre Atlético-MG e São Paulo colocou frente à frente dois times brigando na parte de cima da tabela. Mas apesar do bom início do Tricolor e dos três marcados pelo Galo, que fez uma grande partida, mais uma vez o grande assunto do jogo foi a arbitragem. Mais especificamente o VAR.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Com a possibilidade de empatar em número de pontos com o Internacional, líder do Brasileirão, o São Paulo começou ditando o ritmo do jogo e atacando bastante. Em pouco tempo, os comandados de Fernando Diniz já haviam acertado a trave do Atlético-MG duas vezes. 

Então, aos 30 minutos da primeira etapa, Tchê-Tchê dominou a bola perto da grande área e deu um belo passe em elevação para Luciano. O atacante, que vive um grande momento desde que foi contratado, conseguiu dar um leve toque na bola, suficiente para tirá-la do alcance de Rafael e abrir o placar. E foi aí que toda a polêmica começou.

O lance

Luciano faz gol que foi anulado pelo VAR Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Após o gol, o VAR foi chamado para analisar a condição de Luciano ao receber o passe de Tchê-Tchê. O bandeirinha havia indicado o impedimento, e o lance foi analisado pelo árbitro de vídeo. 

A equipe de arbitragem, que usa tecnologia para determinar os lances de impedimento, identificou que Luciano estava à frente de Igor Rabello, e anulou o gol.   

As imagens disponibilizadas pelo Premiere FC mostram que as linhas, que indicam a posição dos jogadores envolvidos no lance, estavam sobrepostas, e apenas a vermelha, referente a Luciano podia ser vista a olho nu.

Mais artigos abaixo

Mas quem era o árbitro responsável pelo VAR?

O responsável pelo VAR na partida entre Atlético-MG e São Paulo era Rafael Traci, que este ano entrou para o quadro de árbitros da Fifa no Brasil

José Woshington da Silva e Michael Stanislau eram os assistentes que auxiliavam Traci no comando do árbitro de vídeo.

Fechar