Quem é Tuta, campeão da Copinha que o São Paulo já negociou?

Comentários()
Reprodução/Instagram
Polivalente, habilidoso e ousado, o defensor vestirá a camisa do Eintracht Frankfurt, da Alemanha

O São Paulo acertou a primeira venda de um dos jovens que tiveram destaque no título da Copinha em 2019. Aos 19 anos, o zagueiro Tuta será jogador do Eintracht Frankfurt, da Alemanha, que vai pagar cerca de 1,8 milhão de euros (R$ 7,6 mi) segundo noticiado pelo GloboEsporte.com.

A equipe do Morumbi, entretanto, manterá 30% dos direitos econômicos do jogador, visto com bastante futuro em sua posição. Lucas Silva de Melo, nome de batismo, nasceu em 1999 e chegou ao Tricolor dez anos depois. No total, foram duas décadas na base.

Poucas oportunidades no profissional

Tuta São Paulo 29 01 2019(Foto: Igor Amorim / saopaulofc.net )

Embora tenha trabalhado com André Jardine e tenha sido relacionado para algumas partidas no final de 2018, treinando quase sempre na lateral-direita, o zagueiro dificilmente teria muitas oportunidades no elenco principal na atual temporada. A concorrência entre os jovens defensores que subiram para o profissional prometiam deixa-lo um pouco mais longe do radar.

Rodrigo e Lucas Kal, por exemplo, já integram o elenco principal e o São Paulo ainda conta com Walce, jogador que só não disputou a Copinha por estar com a Seleção Brasileira no Sul-Americano sub-20. O elenco principal do Tricolor ainda conta com Anderson Martins, Bruno Alves e Arboleda nas posições de Tuta.

Habilidoso e ousado

Tuta São Paulo 29 01 2019(Foto: Divulgação)

O estilo de jogo de Tuta o coloca como um zagueiro de bom toque para sair jogando, além de uma impulsão elogiada nas jogadas aéreas em meio aos seus 1,84m. Com a bola no pé, sente-se à vontade e o excesso de confiança chegou até mesmo a lhe punir na atual Copa São Paulo.

Ainda na fase de grupos, Tuta tentou dar um ‘chapéu’ em um adversário da Ferroviária quando o São Paulo vencia por 1 a 0, mas o lance não deu certo e o atacante Felipe Estrella recuperou a bola para empatar o jogo, que terminaria em 2 a 2.

Tita reconheceu o erro, e em meio ao roteiro escrito pela bola naquele duelo ficou evidente que o jovem é um jogador querido pelo grupo. Tanto que, além de não ter sido publicamente criticado pelo técnico Orlando Ribeiro, o volante Rodrigo Nestor dedicou ao amigo o tento anotado logo depois.

Polivalente, habilidoso e com um físico pronto para a intensidade que o futebol moderno exige, Tuta será daqueles brasileiros para se ficar de olho em um futuro próximo.

Fechar