Palmeiras trocou “galácticos" por base e colheu rápido os frutos em temporada histórica

Gols de Wesley e Gabriel Menino sacramentaram título da Copa do Brasil, em campanha de protagonismo para as crias palmeirenses

Até o Flamengo aparecer como grande comprador no mercado de transferências de 2019, o Palmeiras era tido como o time que sempre aparecia com maior poderio financeiro na hora de fazer suas contratações. A base palestrina até revelou grandes nomes, como Gabriel Jesus, mas ver jovens crias alviverdes terem chance em uma equipe principal recheada de nomes consagrados era algo muito raro. Isso mudou em 2020.

E quis o destino que os frutos fossem colhidos até mais cedo do que se esperava, com atuações decisivas dos garotos em uma temporada espetacular: depois de ter sido campeão Paulista e da Libertadores, o Palmeiras encerra, agora em 2021, sua temporada 2020 como campeão da Copa do Brasil ao bater o Grêmio por 2 a 0 (com 3 a 0 no placar agregado). Wesley e Gabriel Menino, duas crias da base palmeirense, fizeram os gols que sacramentaram a quarta Copa do Brasil da história do clube.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

“A gente, desde a base, sonhava com tudo isso. E graças a Deus a gente está realizando tudo. Tenho certeza de que vamos conquistar muito mais aqui dentro”, disse Gabriel Menino, um dos destaques da temporada e autor do gol do título. “A gente sempre conversava na base, né?  A gente conversava que subir (para os profissionais) aqui no Palmeiras é muito difícil, então a gente chegou a conquistar tudo na base para ter uma oportunidade. Então a gente fez por merecer e o Palmeiras nos ofereceu esta oportunidade e a gente agarrou com o coração”, completou para o Premiere FC.

Se anos antes estava acostumado a iniciar uma temporada recheado de contratações de impacto, o Palmeiras finalizou 2019 com uma promessa: o time, um dos que menos aproveitava sua base naquele Brasileirão, iria abrir a porta para seus bons valores e diminuiria as grandes contratações. Rony, destaque do Athletico-PR, chegou como a exceção que comprova a regra, e ainda sob o comando do técnico Vanderlei Luxemburgo as crias palmeirenses foram dando as suas caras.

Vários são os nomes, que surgiram: Patrick de Paula, Gabriel Menino, Gabriel Verón, Wesley, Danilo e outros. Qualidade e personalidade apareceram rápido – o que não é regra quando se apostam em garotos que sobem da base. Na final do Campeonato Paulista contra o Corinthians, o jovem Patrick de Paula se apresentou para bater (e converter) a última cobrança na disputa de pênaltis.

O gol do título da Libertadores sobre o Santos começa com Danilo fazendo ótima saída de bola, limpando a pressão santista e tocando para Gabriel Menino conduzir a esfera no campo de ataque antes de passar para Rony. Rony cruzou para Breno Lopes estufar as redes no gol do título para a equipe já comandada por Abel Ferreira, mas a importância dos jovens oriundos da base foi inquestionável na jogada.

Wesley Palmeiras Grêmio final Copa do Brasil 2020 07 03 2021 Wesley, após gol sobre o Grêmio (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

E agora, a Copa do Brasil, com gols de Wesley e Gabriel Menino no duelo decisivo. Vários foram outros momentos em que os garotos do Palmeiras brilharam e – já que não dá para fugir do clichê neste caso – jogaram um futebol “de gente grande”.

A temporada 2020, uma das melhores do Alviverde em todos os tempos, está marcada também com o protagonismo dos garotos em uma equipe antes conhecida por ser uma versão “galáctica” no esporte tupiniquim. Não é sempre que jovens da base serão lançados e terão tamanho peso, mas também não é sempre que se testemunha uma temporada tão gigante como esta do Palmeiras.

Fechar