O que mudou na Seleção Brasileira de 2014 pra cá?

Comentários()
Pedro Martins / MoWA Press
Futebol brasileiro continua cheio de problemas, mas escrete canarinho se transformou com Tite

A humilhante derrota por 7 a 1 para a Alemanha na semifinal da última Copa do Mundo, em casa, acabou não servindo de nada. O Brasil não aprendeu nada com a maior humilhação da história do futebol.

Quando todos esperavam mudanças e melhorias, a CBF anunciou Dunga como substituto de Felipão. O erro era óbvio e o desastre previsível. Isso se provou verdade e o "treinador" foi demitido dando lugar a Tite, que já deveria ter assumido após o vexame no Mundial.

A melhora era esperada, mas não tão rápida e impressionante como foi, com excelente e vistoso futebol e excelentes resultados. A Seleção Brasileira melhorou de forma incrível e vive sua melhor fase em muitos anos. Até mesmo o povo, mais distante e desinteressado recentemente, voltou a se identificar e se orgulhar do escrete canarinho, torcer por seu selecionado e acompanhar e comentar tudo que cerca o time tupiniquim.

O trabalho de Tite é fenomenal e a melhora é espetacular.

GFX Grupo E

A transformação também foi considerável no elenco. Dos 23 convocados por Tite para o Mundial da Rússia, apenas Thiago Silva, Fernandinho, Marcelo, Paulinho, Neymar e Willian disputaram a Copa no Brasil. Dani Alves também faria parte da lista se não estivesse machucado.

No entanto, se a Seleção passou por uma enorme mudança tanto no time quanto nos resultados e no futebol apresentado, o futebol brasileiro não mudou e nada aprendeu com o 7 a 1.

Os mandatários da CBF, um após o outro, são caçados por seus crimes. A entidade, porém, mantém o status quo com a ajuda das federações e sua política nojenta, e a corrupção continua. 

O péssimo e tosco calendário do futebol brasileiro também segue sendo um enorme problema, as condições são horríveis, as categorias de base seguem entregues aos empresários e cheias de problemas, o futebol feminino está praticamente abandonado e milhares de jogadores perdem seus empregos e rendas após três ou quatro meses de temporada, entre vários outros problemas.

Próximo artigo:
O valor de Lionel Messi: quanto ganha e qual o patrimônio do argentino
Próximo artigo:
Real Madrid: o histórico contra todos os adversários em La Liga
Próximo artigo:
Quais times se classificaram para as oitavas da Champions League 2018/19?
Próximo artigo:
Quantos gols Cristiano Ronaldo tem na carreira?
Próximo artigo:
Pogba quer renovar com o Manchester United, afirma jornal
Fechar