Notícias Placares ao vivo
Paris Saint Germain

O filho de seu pai - Conheça a estrela do PSG, Timothy Weah

10:52 BRT 06/03/2018
Timothy Weah PSG Troyes
Jovem seguiu os passos do de seu pai, e fez sua estreia oficial na Ligue 1 com a camsia do PSG, com muito mais por vir

Ao longo dos anos, Paris Saint-Germain foi abençoado com inúmeros jogadores lendários, embora talvez não mais do que George Weah.

Contratado em 1992, o atacante passou três anos no Parc des Princes, onde mostrou seu poder, ritmo e habilidade de balançar as redes. Tão bom foi Weah, que ele ganhou a Bola de Ouro em 1995, apesar de ter jogado a segunda metade do ano com o Milan. Até hoje, ele segue sendo o único jogador africano a ter conquistado o prêmio.

23 anos depois, muita coisa mudou. Weah atualmente é presidente da Libéria, mas a conexão familiar com o PSG continua depois que seu filho, Timothy, fez sua estréia no primeiro time durante a vitória por 2 a 0 sobre Troyes.

Weah Jr. atuou apenas 12 minutos, substituindo Giovani Lo Celso, e quase balançou as redes, se o goleiro do Troyes, Erwin Zelazny, não tivesse bloqueado o chute.


Foto: Getty Images

Mas enquanto todo o foco está no pai do jogador, na verdade, sua mãe, Clar, foi quem apresentou o futebol. "Ela sabe muito porque viu meu pai", disse Timothy como um jovem de 15 anos

A presença de Weah no PSG não é um golpe de publicidade e, de fato, tem sido um contrato profissional com o clube até 2020. O jovem ganhou destaque desde que chegou em 2014, impressionando particularmente na Liga da Juventude da UEFA, em que marcou quatro vezes e deu uma assistência em 11 jogos.

"O meu primeiro jogo foi muito bom", disse ele depois de sua estréia. "Meus companheiros de equipe me disseram para ficar tranquilo e não me pressionar. Espero fazer ainda mais no futuro e começar a marcar gols. Meu pai fez grandes coisas aqui e isso me faz querer fazer o mesmo ".

O treinador Unai Emery, entretanto, admitiu que as lesões de Neymar e Kylian Mbappe, além da perspectiva de descansar Edinson Cavani antes do duelo decisivo com o Real Madrid , foram obrigados o levou a dar uma chance para o jogador de apenas 18 anos.

"Ele é um jogador muito jovem que funciona muito bem no meio. Nós tínhamos muitos atacantes que não podiam jogar, então era uma chance para ele. Teve15 minutos e foi bem", disse.


Foto: Getty Images

Weah Jr trocou o Red Bull de NY há quatro anos pelo clube que o seu pai fez história, mas esse fato não o assusta.

"É normal, porque o meu pai foi um ótimo jogador do PSG. Isso me incentiva para trabalhar ainda mais porque as pessoas esperam muito de mim. Não temo que os meus companheiros de equipe possam estar com ciúmes. Eu não tenho ego, estou fazendo tudo para me entrosar na equipe ".

O jovem deu seus primeiros passos significativos. Agora, sua tarefa deve ser um lugar mais regular na equipe de Emery, o que irá significar uma parceria com o seu ídolo Neymar.

Se ele se tornar metade do jogador que seu pai foi , ele Weah será uma grande força.