O alerta da Fifa ao Real Madrid antes da contratação de Mbappé

Nasser Al-Khelaifi Florentino Perez GFXGFX

A novela sobre o futuro de Kylian Mbappé, atacante do Paris Saint-Germain, já está perto do fim e o jogador já pode, graças aos regulamentos da FIFA, assinar contrato com qualquer time seis meses antes do término de seu contrato com o clube francês.

De fato, o Real Madrid é o principal interessado em contar com o atacante. No entanto, segundo o artigo 18 do Regulamento sobre o Estatuto e Transferência de Jogadores, esclarece também que, para iniciar negociações ou assinar um contrato com um jogador de futebol, o time interessado deve comunicar as suas intenções por escrito ao clube em que o jogador pertence.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Isso significa que, se o Real quiser terminar de fechar com o atacante francês antes de 30 de junho, deve notificar o PSG primeiro.

O artigo 18 das regras de negociações da entidade tem a seguinte redação: "Um clube que pretenda assinar um contrato com um jogador profissional deve comunicar a sua intenção por escrito ao atual clube do jogador antes de iniciar as negociações com o jogador."

"Um jogador profissional é livre para assinar um contrato com outro clube se seu contrato com o clube atual expirou ou expirará dentro de um período de seis meses. Qualquer violação desta disposição estará sujeita às sanções apropriadas."

Mbappe
(C)Getty Images

De acordo com advogados especializados em direito esportivo consultados pela GOAL, o regulamento é suficiente para fechar uma negociação com um jogador que ficará livre em um prazo de seis meses ou menos. Em outras palavras, se o PSG recebeu ou já havia recebido essa notificação, não poderia de forma alguma impedir Mbappé de falar ou mesmo assinar um acordo com o Real Madrid.

Uma questão legal que, embora os espanhóis deveriam levar em conta, em nenhum momento seria um obstáculo para contratar o atacante francês. Outra opção seria esperar até 1º de julho para fechar o negócio. Nesse caso, o Real já estaria negociando com um jogador sem contrato em vigor, então não precisaria notificar o PSG.

Mais artigos abaixo

Esta regra também deve ser aplicada ao zagueiro Antonio Rüdiger, contratado pelos Merengues e que chegará sem custos após o fim da temporada europeia. No caso dele, o Real deve notificar o Chelsea, da Inglaterra.

Os clubes que vierem à procura de Isco, Marcelo ou Gareth Bale, três jogadores do time espanhol cujo contrato termina em junho de 2022, também deveram cumprir esta regra.

Ainda sobre Mbappé, conforme apurou a GOAL, o atacante francês está perto de um acordo para ser jogador do Real Madrid na próxima temporada. Além disso, o Real está esperando que o francês confirme sua saída do PSG, algo que pode acontecer após o último jogo da temporada do time, para anunciar o jogador.