Notícias Placares ao vivo
Grêmio

Joia do Grêmio, Tetê fala em "chateação" por ser vendido sem estrear

18:18 BRT 25/02/2019
Tetê seleção Grêmio 23 02 2019
O jovem atacante também fez um apelo para que o dinheiro lucrado em sua venda seja investido nas categorias de base do clube

O jovem jogador da base do Grêmio, Tetê, despediu-se nesta segunda-feira (25) da equipe Tricolor sem ter conseguido viver seus primeiros minutos como profissional, pois assinou contrato com o Shaktar Donetsk.

“Como eu falo, sentimento de tristeza, mas também de alegria. Estou realizando sonho de jogar na Europa, mas pelo outro lado, sem atuar pela equipe principal. É trabalhar forte e quando voltar, voltar para vestir o manto. Meu sonho vai ser realizado, de um dia voltar, vestir a camisa do Grêmio. Agora, não vai ter a oportunidade. Que não seja um adeus, mas um até logo”, disse o jogador de 19 anos.

Tetê convocou coletiva de imprensa nesta segunda para explicar sua saída do clube, já que a negociação foi concluída pela manhã após o estafe do jogador dar o aval para assinar contrato por cinco temporadas com o clube ucraiano. Sua venda lucrará 10 milhões de euros (cerca de R$ 42 milhões) aos cofres do Grêmio, além de 40% dos direitos do atleta.

O jogador também revelou ter certa mágoa pelo técnico Renato Portaluppi, pois aguardava ser integrado ao elenco principal do Tricolor gaúcho após ter sido convocado para a seleção Sub-20. Seu planejamento para 2019 era manter-se na equipe de transição e, durante o ano, receber chances de atuar no time principal.

“Deixa um pouco chateado. No momento em que fui convocado, criei expectativa de que quando voltar, voltaria no elenco principal. Quando fiquei sabendo que isso não iria acontecer agora, em 2019, isso me deixou muito triste. Então, trabalhei, vou trabalhar forte para quando chegar ao Shakhtar fazer uma boa apresentação”, disse.

Tetê também deixou um pedido ao Grêmio: que pelo menos parte do dinheiro de sua venda ao Shaktar seja investido para melhorar a estrutura das categorias de base do clube.

“Tenho convicção que o dinheiro vai ser investido na base. Eu só joguei lá. Só joguei na base. A gente fica triste pela situação de não poder ter jogado na equipe principal. E também na situação do valor, situação do Flamengo. Tenho certeza que esse dinheiro vai ser investido na base, no alojamento do Grêmio. Fico me perguntando que não pode ter situação dessa, o Atlético-PR, o Criciúma ter situação melhor que o Grêmio. Tenho certeza que vai ser investido na base”, declarou.