Notícias Placares ao vivo
Copa do Mundo

Isco foi a única notícia boa para a Espanha na Copa do Mundo

21:13 BRT 01/07/2018
Isco-Spanien-WM-2018
O meio-campista teve grande destaque ao ditar o ritmo e criar a maior parte das chances dos espanhóis

Após a eliminação da Espanha nas oitavas de final da Copa do Mundo para a Rússia, nos pênaltis, o meia Isco foi às redes sociais e escreveu que era “o dia mais triste” de sua carreira.

Ser eliminado de qualquer coisa não é fácil pra ninguém. Mas se a Espanha teve uma única notícia boa no torneio realizado na Rússia foi justamente o desempenho espetacular de seu camisa 22.

Maestro da articulação e criação de jogadas, era o senhor do espaço e tempo em campo: estava em todos os lugares de uma área a outra, ditando o ritmo de sua equipe. Acertou 91% dos 444 passes distribuídos, segundo números da Opta Sports. Fez um gol e deu outra assistência.

(Foto: Getty Images)

Contra os russos, parecia estar jogando sozinho até a entrada de Iniesta no segundo tempo. Porque o meio-campista, que após a derrota anunciou sua aposentadoria da seleção espanhola, buscou Isco na maior parte de seus passes (10). E uma medrosa equipe encontrava o seu melhor momento em um jogo marcado pelo tédio.

Iniesta e Isco, contra o Marrocos (Foto: Getty Images)

Não foi o suficiente para ajudar uma Espanha que não conseguiu transformar a superioridade no passe em gols, que seguiu apresentando falhas incríveis em sua defesa e que no final das contas enfim demonstrou ter acusado o golpe da saída de Lopetegui.

A eliminação marcou o ponto final de grande parte da geração mais vitoriosa do futebol espanhol. É preciso, mais do que nunca, dar sequência a um trabalho para o futuro. E se, olhando pra trás, fica o lamento da eliminação e despedida de craques como Iniesta, o desempenho de Isco na Rússia foi o único ponto positivo para uma Espanha em transição.