Notícias Placares ao vivo
Serie A TIM

Ibrahimovic, como vinho no Milan: o artilheiro mais velho da Europa em 2020

18:10 BRT 21/09/2020
Ibrahimovic Milan Bologna Serie A
O goleador sueco continua a ser decisivo e voltou a demonstrar isso na vitória sobre o Bologna, na primeira rodada da Serie A 20-21

Quando Zlatan Ibrahimovic retornou para o Milan, em janeiro de 2020, o fez cercado de dúvidas. Afinal de contas, vinha de uma passagem sem títulos pelo LA Galaxy, nos Estados Unidos, em uma liga tida como de nível inferior aos principais campeonatos da Europa. E, claro, pela idade avançada. No entanto, o sueco de confiança e marra inabaláveis vem calando os críticos desde então ao ter se colocado como principal nome de um Milan que busca se recuperar no cenário nacional e continental.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Na estreia milanista na edição 2020-21 da Serie A italiana, contra o Bologna, Ibra voltou a ser o grande destaque do time treinado por Stefano Pioli ao fazer os dois gols da vitória por 2 a 0 na primeira rodada. Aos 38 anos e próximo de completar mais uma primavera, ainda conseguiu completar os pouco mais de 90 minutos de jogo, participando ativamente das ações ofensivas da equipe italiana até o apito final.

Já são 22 temporadas de futebol profissional com Ibrahimovic marcando gols em certames nacionais: desde o início no Malmo, da Suécia, passando também por Ajax, Juventus, Internazionale, Barcelona, PSG, Manchester United, LA Galaxy e suas duas passagens pelo Milan.

Considerando todas as competições europeias disputadas desde janeiro de 2020, quando Ibrahimovic retornou ao Milan, foram 14 gols marcados, além de cinco assistências. Dentre os jogadores mais velhos em atividade nos principais palcos europeus, o veterano que chega mais perto de Zlatan neste período é Fábio Quagliarella, que aos 37 anotou oito tentos pela Sampdoria.

Ou seja, Ibrahimovic é o artilheiro mais velho da Europa neste ano e a grande esperança para levar os Rossoneri novamente a uma disputa de Liga dos Campeões da Europa – algo que não acontece desde 2013-14.

Na reta final da temporada passada, quando os milanista mostraram grande força nas exibições feitas no retorno das atividades após a paralização pela pandemia de Covid-19, Ibra garantiu que se ele estivesse na Itália desde o início da campanha o Milan (que terminou na sexta posição) teria garantido sua classificação para a Champions.

Único remanescente do último título de Serie A do Milan, no longínquo 2011, Ibrahimovic agora terá uma temporada inteira para provar o seu ponto e recolocar os Rossoneri na elite europeia. Apesar da idade, os primeiros sinais são animadores.