Goleada sobre o Flamengo é a maior prova de força do Atlético Mineiro versão 2020

Time de Jorge Sampaoli se impõe contra o atual campeão nacional e ganha fôlego na luta pelo título

Depois de quatro jogos sem vencer, sendo dois seguidos sem marcar, o Atlético-MG goleou o Flamengo por 4 a 0 no Mineirão em uma exibição que mostrou por que o time do técnico Jorge Sampaoli deve brigar pelo título do Brasileiro até o final.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique e teste o DAZN grátis por um mês!

A vitória por 1 a 0 na distante primeira rodada do torneio no Maracanã (gol contra de Filipe Luís) foi o primeiro sinal de que o Galo poderia fazer frente ao atual campeão nacional - e que para muitos ainda é disparado o dono do melhor elenco do país.

De lá para cá, entre altos e baixos, tanto mineiros quanto cariocas figuraram entre os primeiros da tabela. Mas o novo confronto direto deste domingo foi a maior prova de força até o momento deste Atlético cuja maioria dos titulares foi contratada nesta temporada.

Não foram poucos os destaques da equipe. A começar pelo goleiro Everson (contratado em setembro), que, com importantes defesas, foi fundamental para o placar ser tão elástico. O lateral esquerdo Arana, que chegou em janeiro, criou várias jogadas de perigo, deu uma assistência e foi exaltado nas redes sociais.

No meio-campo, destaque para Savarino. O venezuelano, indicado quem diria por Rafael Dudamel no começo do ano, deu um espetáculo com três assistências. Uma delas foi para Zaracho, penúltimo reforço do clube, que marcou logo no primeiro toque na bola após sair do banco no segundo tempo.

Para completar, Eduardo Sasha, contratado em agosto, encerrou um incômodo jejum de gols de um mês e anotou duas vezes no Mineirão. E também não faltou o de Keno, que chegou em junho e é o artilheiro da equipe no Brasileiro, com nove tentos.

Mais artigos abaixo

Esta foi a maior goleada do Atlético na Era Sampaoli. Suspenso, o argentino viu das tribunas a equipe levar a melhor contra o Flamengo mais uma vez.

Os dois concorrentes agora somam os mesmos 35 pontos na tabela (um a menos que o líder Inter), sendo que o alvinegro tem um jogo a menos. A disputa deve ir longe, mas este Galo versão 2020 deu talvez a sua maior prova de força para os adversários e recuperou o fôlego na disputa pela ponta. 

Fechar