Notícias Placares ao vivo
Flamengo

Flamengo de 2019 ou Santos de 2010? Compare os dois times, posição por posição

15:22 BRST 04/11/2019
Bruno Henrique comemora gol em Flamengo x Corinthians
Líder do Campeonato Brasileiro e finalista da Libertadores, o Flamengo de 2019 é melhor que o Santos de 2010, vencedor da Copa do Brasil? Compare

O Flamengo está na liderança do Campeonato Brasileiro e na final da Libertadores. Perto de fazer história, o time comandado por Jorge Jesus é comparado ao Santos de Dorival Júnior, campeão da Copa do Brasil em 2010. Mas qual o melhor time: o Rubro-Negro deste ano ou o Santos do fim da década passada?

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste grátis o serviço por um mês!

Até julho deste ano, Pará era jogador do Flamengo. Contudo, perdeu espaço desde a chegada de Rafinha, que defendia o Bayern de Munique, e acertou a ida para o Santos. Hoje na Vila Belmiro, o lateral direito aponta o time de 2010 como superior.

"Uma pergunta até fácil de responder. Na minha opinião, o Santos de 2010 jogava o futebol mais bonito, mais elegante, mais pra frente. Ganhávamos os jogos na Vila... ganhamos de 10 a 0 do Naviraiense, 8 a 1 do Guarani. O Santos jogava mais", disse.

Motivado pela resposta do lateral direito, que esteve ao lado das duas equipes, a Goal relembra as escalações e deixa que os torcedores façam as suas comparações sobre as duas equipes.

Rafael x Diego Alves

Rafael iniciou a sua carreira no Santos em 2010. Ele ficou no time até 2013, quando foi negociado para o Napoli por 5 milhões de euros (R$ 15 milhões à época). O jogador jogou pela Sampdoria, após cinco anos em Nápoles. Em 6 de agosto deste ano, foi defender o Reading, pela segunda divisão do Campeonato Inglês.

Diego Alves fez caminho inverso para chegar ao Flamengo. Depois de passagem vitoriosa pela Europa, onde defendeu Almeria e Valencia, o goleiro decidiu voltar ao Brasil, onde havia defendido apenas o Atlético-MG profissionalmente. O atleta é um dos pilares do time comandado por Jorge Jesus.

Danilo x Rafinha

Danilo deixou o América-MG para defender o Santos. O lateral direito se tornou titular do time rapidamente. O bom futebol culminou em uma venda para o futebol europeu. No continente, defendeu Porto e Real Madrid. Ele também já defendeu o Manchester City e, hoje, está na Juventus.

Rafinha foi revelado pelo Coritiba no início da década passada.Vendido ao Schalke 04, o lateral direito fez sucesso no futebol europeu e conquistou inúmeros títulos relevantes, como a Champions League pelo Bayern de Munique e outro títulos nacionais.

Edu Dracena x Rodrigo Caio

Edu Dracena chegou ao Santos no auge da carreira. O zagueiro deixou o Fenerbahçe em 2009 para se mudar para a Vila Belmiro. Passou seis anos na equipe santista e conquistou títulos importantes, como a Copa do Brasil 2010 e a Libertadores 2011. Em 2015, foi para o Corinthians. No ano seguinte, se transferiu para o Palmeiras, onde está até hoje.

Revelado pelo São Paulo, Rodrigo Caio sempre teve o nome ligado a clubes do futebol europeu. Foi assediado por Valencia, Atlético de Madrid e até Barcelona. No entanto, se mudou para o Flamengo no início de 2019 e tem feito partidas exuberantes na equipe de Jorge Jesus.

Durval x Pablo Marí

Durval chegou ao Santos já rodado. Com passagens por clubes menores, como Botafogo-PB e Brasiliense, teve a sua primeira chance em um grande do Brasil em 2005, no Athletico Paranaense. No ano seguinte, defendeu o Sport e chegou à Vila Belmiro no início de 2010. Na Vila Belmiro, foi o xerife de títulos importantes como a Copa do Brasil e a Libertadores do ano seguinte. Voltou ao Sport em 2014.

Pablo Marí era completamento desconhecido do futebol brasileiro até a sua chegada ao Flamengo, no início do ano. O espanhol de 26 anos tinha contrato com o Manchester City, mas jamais defendeu o clube do Etihad Stadium. O zagueiro rodou por times menores do futebol europeu e foi indicado por Jorge Jesus ao Flamengo. Contratado, tornou-se titular absoluto da equipe.

Léo x Filipe Luís

Léo se destacou pelo Santos em 2002, quando o time venceu o Brasileiro sobre o Corinthians e o lateral esquerdo marcou um golaço. A sua passagem, porém, foi encerrada em sua venda ao Benfica, de Portugal. No país europeu, ficou entre 2005 e 2009, quando voltou à Vila Belmiro. Foi titular nos títulos da Copa do Brasil 2010 e Libertadores 2011.

Filipe Luís surgiu para o futebol no Figueirense. Porém, só ganhou notoriedade em seu país quando chegou ao Atlético de Madrid, em 2010. O jogador ainda passou por Ajax, Castilla (considerado o Real Madrid B) e Chelsea. Em 2019, voltou para o Brasil como titular da seleção brasileira e optou por defender o Flamengo.

Arouca x Willian Arão

Arouca viveu os melhores anos de sua carreira entre o fim da década passada e o início da atual. O volante revelado pelo Fluminense chegou ao Santos em 2010 e foi um dos pilares defensivos da equipe. Hoje, depois de passagens por Palmeiras, Atlético-MG e Vitória, está sem clube.

Willian Arão foi revelado pelo Corinthians e chegou ao Rio de Janeiro para defender o Botafogo. No entanto, depois de atuações de destaque, foi contratado pelo Flamengo. Entre altos e baixos, se firmou como titular da equipe sob a batuta de Jorge Jesus.

Wesley x Gerson

Revelado pelo Santos, o volante já exerceu mais de uma função em campo, jogando até de lateral direito. Foi destaque em 2010, no título da Copa do Brasil, e foi vendido ao Werder Bremen, da Alemanha. Voltou após dois anos para defender o Palmeiras, mas nunca engrenou uma boa sequência.

Gerson deixou o Brasil depois de se destacar pelo Fluminense. Vendido à Roma, não se firmou e foi emprestado à Fiorentina. No meio do ano, foi comprado pelo Flamengo a pedido de Jorge Jesus. É um dos destaques do meio de campo do Flamengo.

Ganso x Éverton Ribeiro

O meio-campista surgiu como a grande revelação do Santos ao lado de Neymar. Em seus primeiros anos, foi fundamental para a equipe. No entanto, desde que deixou a Vila Belmiro, teve dificuldades para manter o bom futebol. Ele foi mal no São Paulo e também no Sevilla. No Amiens, da França, nem sequer jogou. Hoje está no Fluminense.

Éverton Ribeiro surgiu no Corinthians de Tite como lateral esquerdo, mas teve poucas chances. Ele foi para o São Caetano e, depois, defendeu o Coritiba, onde ganhou destaque. Em 2013, foi vendido para o Cruzeiro e acabou se tornando o melhor do país por dois anos. Depois de uma passagem pelos Emirados Árabes Unidos, voltou para defender o Flamengo.

Robinho x Arrascaeta

Revelado pelo Santos no início da década passada, Robinho jogou por Real Madrid, Manchester City e Milan antes de chegar ao Santos novamente por seis meses em 2010. O Rei das Pedaladas era o craque do time com a camisa 7 naquele ano.

Arrascaeta foi revelado pelo Defensor Sporting, do Uruguai, seu país natal. Ele chegou ao Brasil em 2015, quando foi comprado pelo Cruzeiro. No início do ano, foi vendido ao Flamengo. É um dos destaques do time e figura constante na seleção uruguaia.

Neymar x Bruno Henrique

Neymar é o principal jogador brasileiro da atualidade. O craque do Paris Saint-Germain foi revelado pelo Santos em 2009. Um ano mais tarde, já era o grande protagonista da equipe e figura constante na seleção brasileira. Foi campeão da Copa do Brasil e Libertadores na Vila Belmiro. Em 2013, foi vendido ao Barcelona. Hoje, ele atua pelo PSG e ostenta o rótulo de ser a contratação mais cara da história do futebol mundial - 222 milhões de euros.

Natural de Belo Horizonte, Bruno Henrique não teve chances no Cruzeiro, seu primeiro time. Ele foi emprestado para equipes de menor expressão e chamou a atenção do Goiás. No clube do Serra Dourada, se destacou e acabou vendido ao Wolfsburg, da Alemanha. Ele voltou como reforço para o Santos e, hoje, é titular do Flamengo.

André x Gabriel Barbosa

André surgiu como promessa no Santos. Logo, foi vendido ao Dinamo de Kiev, da Ucrânia. No país, teve poucas chances e foi para o Bordeaux, da França. Na Europa, no entanto, não foi bem. O Atlético-MG apostou em sua compra em 2011. Ele ficou vinculado ao clube até 2015, mas sempre rodando por empréstimo. Em 2016, acertou a ida para o Corinthians e foi negociado com o Sporting. Em 2017, jogou pelo Sport. Hoje, é titular do Grêmio de Renato Portaluppi.

Gabriel Barbosa também tem uma história no Santos. Revelado no clube, foi vendido à Inter de Milão. Porém, não se firmou no time italiano e voltou ao Brasil. Depois de novo empréstimo ao santos, foi negociado com o Flamengo. Na Gávea, é o grande craque do time.