Van Dijk não é driblado há 64 jogos; entenda a marca do zagueiro

Comentários()
Getty Images
Marca é contestada por alguns, mas oficialmente o defensor holandês passou toda campanha 2018-19 sem ser superado individualmente

Nas últimas semanas muita gente compartilhou internet afora uma estatística impressionante sobre o zagueiro Virgil Van Dijk revelada pelos nossos parceiros da Opta.

Segundo eles, nenhum rival conseguiu completar um drible para cima do holandês nas suas últimas 64 partidas. Isso inclui toda a Premier League desta temporada e a campanha da Champions League que terminou com Van Dijk levantando a taça na decisão.

O número é impressionante e bate com o teste visual, já que é difícil lembrar de cabeça uma jogada em que Van Dijk tenha sido batido. Quem, afinal, foi o último a conseguir a façanha?

QUER VER JOGOS AO VIVO OU QUANDO QUISER? ACESSE O DAZN E TESTE O SERVIÇO POR UM MÊS GRÁTIS!

Segundo os dados da Opta, o responsável é o espanhol Mikel Merino, que jogava no Newcastle quando driblou Van Dijk. Hoje ele está de volta na Espanha, onde defendeu a Real Sociedad na última temporada. E sabe o pior? Van Dijk desarmou Merino pouco depois do drible ter sido completado.

Mikel Merino Newcastle United

Nas redes sociais, algumas pessoas buscaram lances em que diziam que Van Dijk foi driblado. Os mais citados foram jogadas envolvendo Marcus Rashford, do Manchester United, e Son Heung-min, do Tottenham, na final da Champions League.

No lance do United, Marcus Rashford adianta a bola no lado esquerdo da área e cruza para trás, mas a bola não encontra ninguém. O atacante chega a adiantar a bola ao lado de Van Dijk, mas nenhum dos grandes sites de estatísticas além do próprio Opta computaram um drible na jogada.

Em seu site, o Opta diz que computa como drible quando um jogador adianta a bola e a alcança mais a frente, mantendo a posse de bola. Nesse caso o mais provável é que eles tenham considerado que Rashford estava ao lado de Van Dijk na hora do cruzamento, não tendo assim passado por ele.

Mais artigos abaixo

Na final em Madri, Son adianta a bola e chega a parecer que passou por Van Dijk, que se recupera a tempo de cortar a bola dentro da área. É compreensível que alguém veja o lance como duas ações separadas, o drible e depois a recuperação, mas a estatística computa apenas como um drible que não foi completado.

É difícil computar dribles com precisão perfeita e podem haver opiniões diferentes sobre os lances, mas mesmo que eles dribles contra Van Dijk os números impressionam: dois dribles em 64 partidas? Para um zagueiro? Ainda o melhor da temporada, sem dúvida.

A Holanda de Van Dijk enfrenta a Inglaterra de Marcus Rashford nesta quinta-feira (6) pela Nations League da UEFA, mais uma chance para o atacante conseguir um feito quase impossível.

Fechar