Notícias Placares ao vivo
Olympique de Marseille

De saída do Flamengo, Gerson receberá R$ 21 milhões por ano no Olympique de Marseille

15:22 BRT 17/06/2021
Gerson Flamengo Coritiba Copa do Brasil 16 06 2021
Negociado pelo Flamengo para o Olympique de Marselha, da França, Gerson vai faturar 3,5 milhões de euros livres de impostos por ano no novo contrato

Gerson assinou um contrato de cinco temporadas depois de ser negociado do Flamengo para o Olympique de Marselha, da França, em uma negociação que pode chegar aos 30 milhões de euros (R$ 179,6 milhões na cotação atual). O jogador terá um contrato milionário em sua mudança para o futebol francês: receberá 3,5 milhões de euros (R$ 20,96 milhões) livres de impostos por ano, de acordo com apuração da Goal.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

O meio-campista ainda pode faturar com premiação e conforme metas estabelecidas em seu compromisso com o clube de Jorge Sampaoli. Há cláusulas que permitem um faturamento maior ao atleta de 24 anos de acordo com as conquistas individuais e coletivas, envolvendo participações em competições europeias de destaque, como Liga Europa e Liga dos Campeões. Os detalhes sobre os objetivos impostos em contrato não são revelados pelas partes.

Sem considerar as metas impostas em contrato, Gerson terá remuneração de 3,5 milhões de euros livres de impostos por ano. O valor será o mesmo por cinco temporadas. Ele, portanto, vai receber 17,5 milhões de euros (R$ 104,79 milhões na cotação atual) por todo o seu contrato no futebol francês.


Gerson é tratado como um dos destaques do Flamengo desde 2019 (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Gerson foi um pedido de Jorge Sampaoli à diretoria do Olympique de Marselha no mercado da bola. O jogador recebia cerca de 900 mil euros (R$ 5,3 milhões) por ano durante a sua passagem pelo Flamengo. Ele quase quadruplica o número que era recebido em sua passagem pelo Rubro-Negro Carioca.

As tratativas envolvendo a ida de Gerson para o futebol francês foram conduzidas pelo ex-atacante Túlio de Melo. O empresário tem boa relação com clubes franceses por causa do período como atleta. Ele defendeu as cores de Le Mans, Lille e Évian no país.